quinta-feira, 1 de agosto de 2013


Algumas coisas a gente fica torcendo para não serem verdade. Infelizmente, no mundo fundamentalista evangélico, nem as crianças são poupadas. Ainda fico me perguntando como 2 ursos podem conseguir comer 42 crianças, 21 pra cada um! É de fazer rir mesmo!

18 comentários:

  1. Respostas
    1. Quero saber aonde você viu que estou zombando de Deus. Não sou ateu e estou mostrando apenas que esse relato bíblico não se encaixa em um Deus de amor.

      Seria mais interessante se você escreve argumentos ao invés de advertências.

      Excluir
    2. Kkkkkkkkkkkkkkkkk... com Alá também não

      Excluir
  2. "Porque com DEUS ninquem se zomba"....... Não entendi, o Lucas IBPJ quis dizer que se alguém está com Deus, ninguém zomba de si próprio? O povo de Deus tá cada dia mais iletrado! Como conseguem ler a Bíblia?! Mais um mistério de Deus!!!(o Pastor agradece a igreja analfabeta e facilmente manipulável)
    Leandro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rsrs.. boa Leandro! Acredita que li tão rápido essa mensagem dele que nem percebi esse erro ortográfico? É realmente lamentável.

      Excluir
  3. O que é realmente lamentável?! Um erro de português, sr. Eduardo? Como se vc ou seu amigo Leandro nunca tivesse cometido um, não é mesmo?! Vc diz que não é ateu, mas me parece que vc está prestando um bom serviço ao ateísmo. Mas vamos lá, meu caro amigo, Eduardo! Vc ri e se pergunta como 2 ursas conseguiram despedaçar 42 crianças ou rapazinhos, creio que vc optou pelo termo "crianças" de propósito para atinge o lado emocional dos seus leitores, para não dizer que vc está sendo falacioso, ou será que vc já pesquisou na língua hebraica para se certificar que o termo usado é uma tradução correta? Qual era a idade das crianças mesmo?! Vc teve o trabalho de pesquisar? Acho que não! Mas este não é o ponto. Vamos continuar! Imagine vc e a sua filhinha andando pela ruas pacíficas do Rio de Janeiro e, de repente, um grupo de jovens de 10,12,13 14, 15, 16 anos começa a lhes perseguir podendo alguns, talvez, armados de caco de vidros ou de pedras, as armas brancas como são chamadas, mais que pode fazer um belo estrago, pois bem, vc não se sentiria nenhum um pouco confortável, né meu amigo erudito?! Sim, vamos ao que interessa, as duas ursas famintas! Para acreditar que 2 ursas devoraram 42 rapazinhos é preciso acreditar que as duas ursas eram preparadas para aquele momento, ou vc quer compreender tudo com a sua racionalidade, meu querido?! As vezes em certas situações e na nossa racionalidade perguntamos: como isso aconteceu?! Eu era tão esperto, tão inteligente, tão habilidoso, tão isso e tão aquilo, mas aconetceu alguma coisa que fugiu a nossa lógica ou racionalidade. Vc tem o direito de não acreditar nessa história, mas outros acreditam. Se eu não me engano a Bíblia é um livro de fé. Há pouco tempo encontrei este blog, mas já sei que a letra e a sensação de estar certo na sua lógica está te matando. Paz, Amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou comentar suas palavras:

      “Vc diz que não é ateu, mas me parece que vc está prestando um bom serviço ao ateísmo”.

      R.: E? Qualquer pessoa pode usar meu texto pro que quiser, sou responsável pelo que digo e não pelo que você entende, nem muito menos pelo uso que fazem das minhas palavras.

      “creio que vc optou pelo termo "crianças" de propósito para atinge o lado emocional dos seus leitores, para não dizer que vc está sendo falacioso, ou será que vc já pesquisou na língua hebraica para se certificar que o termo usado é uma tradução correta? Qual era a idade das crianças mesmo?! Vc teve o trabalho de pesquisar? Acho que não! Mas este não é o ponto.”

      R.: Sim, eu pesquisei, não, eu não optei e sim, tenho conhecimento do idioma para poder falar dele, e sim, este é o ponto, mas você não quer adentrar aqui justamente porque não deve ter conhecimento do idioma. O termo hebraico usado e traduzido por “crianças” em português é, na verdade, de duas palavras originais, qāṭan que significa “pequeno” ou “novo” (Strong, J. (1996). The exhaustive concordance of the Bible : Showing every word of the text of the common English version of the canonical books, and every occurrence of each word in regular order. (electronic ed.) (H6996). Ontario: Woodside Bible Fellowship. Baker, W. (2003, c2002). The complete word study dictionary : Old Testament (991). Chattanooga, TN: AMG Publishers. Harris, R. L., Harris, R. L., Archer, G. L., & Waltke, B. K. (1999, c1980). Theological Wordbook of the Old Testament (electronic ed.) (795). Chicago: Moody Press. Swanson, J. (1997). Dictionary of Biblical Languages with Semantic Domains : Hebrew (Old Testament) (electronic ed.) (DBLH 7781, #2). Oak Harbor: Logos Research Systems, Inc.).

      A outra palavra hebraica é na`ar que significa “criança”, “menino” e até mesmo versões da Bíblia cristã traduzem assim como a Authorized Version, que é uma versão da Bíblia padrão em países de língua inglesa. Poderia falar mais e mais, mas eu sei e já me conscientizei que falar para crente é perda de tempo, então não vou colocar uma extensa lista de livros porque talvez você nem volte para ver a resposta.

      “Imagine vc e a sua filhinha andando pela ruas pacíficas do Rio de Janeiro e, de repente, um grupo de jovens de 10,12,13 14, 15, 16 anos começa a lhes perseguir podendo alguns, talvez, armados de caco de vidros ou de pedras, as armas brancas como são chamadas, mais que pode fazer um belo estrago, pois bem, vc não se sentiria nenhum um pouco confortável, né meu amigo erudito?!”

      R.: Primeiro, dois casos distintos, sua comparação foi, no mínimo ridícula. Me mostre onde no texto bíblico as crianças queriam matar o profeta. Eles só o chamaram de careca. Se você matar um delinquente porque ele te chamou de careca você estará em maus lençóis. E por falar nisso, onde você aprendeu esse sarcasmo, me chamando de “erudito”? Foi lá na sua Igreja mesmo? Foi lendo a Bíblia? Como foi isso?

      “Sim, vamos ao que interessa, as duas ursas famintas! Para acreditar que 2 ursas devoraram 42 rapazinhos é preciso acreditar que as duas ursas eram preparadas para aquele momento, ou vc quer compreender tudo com a sua racionalidade, meu querido?! As vezes em certas situações e na nossa racionalidade perguntamos: como isso aconteceu?! Eu era tão esperto, tão inteligente, tão habilidoso, tão isso e tão aquilo, mas aconetceu alguma coisa que fugiu a nossa lógica ou racionalidade. Vc tem o direito de não acreditar nessa história, mas outros acreditam. Se eu não me engano a Bíblia é um livro de fé”.

      R.: Parabéns para sua fé. Ficou irritado porque viu que outras pessoas acham esta história ridícula e perigosa, dai postou este comentário pedindo para respeitar uma crença quando você mesmo não respeita minha descrença ao vir aqui postar esse comentário.

      “Há pouco tempo encontrei este blog, mas já sei que a letra e a sensação de estar certo na sua lógica está te matando”.

      R.: Amém irmão.

      “Paz, Amigo!”

      R.: Eu não sou seu amigo.

      Excluir
    2. Continuo repetindo esse "mantra", Eduardo: Você é muito paciente!
      O cara reclamar por estarmos sendo racionais? Devemos agir por instinto como animais? E isso porque está escrito no livro deles que é para servir a Deus racionalmente(Romanos 12:1)! É de "lascar"!
      Leandro Paz

      Excluir
    3. Ás vezes respondo achando que talvez isso ajude uma terceira pessoa e não pensando em "convencer" o obtuso que fala, até porque, como estamos lidando que dogmas, reconhecer os problemas bíblicos é um verdadeiro pecado na cabeça da pessoa, uma deslealdade para com Deus, então seria muito ingênuo da minha parte achar que minha resposta teria algum efeito nele... eles sempre querem dar a resposta final, mesmo que seja por dizer qualquer besteira como as que ele comentou abaixo, é típico da religião mesmo.

      Excluir
  4. Ó, sim, vc é um ótimo comentador de comentários! Já no começo da sua réplica vc não consegue esconder a sua irritabilidade. Posto isso, eu não o acusei de ser irresponsável pelo que vc diz ou deixa de dizer, e não, vc não precisa me lembrar sobre direitos e deveres de um indivíduo, porque a maioria sabe que cada um é responsável pelos seus próprios atos ou declarações. Fiz apenas uma afirmação de que vc presta um bom serviço ao ateísmo. É fato. Vc deveria apenas se orgulhar ou não dos serviços prestados. Simples assim.
    Não vejo mal nenhum em refutar algumas interpretações bíblicas, até porque estamos em um país democrático e cristão, e por sinal a maioria dos países democráticos tiveram sua base na "religião" judaica-cristã, né verdade, caro senhor?! Não, não é um argumento falacioso, isso tbm é um fato! O que seria muito diferente se vc estivesse em um país ateu ou muçulmano escrevendo artigos que os contrariasse. Então, vc deve e muito a "religião cristã", basta um pouco de humildade. Refutar alguns versículos bíblicos valendo-se de seu conhecimento da língua hebraica para mostrar erros de tradução não invalida a Bíblia; pelo contrário, apenas confirma o que nela está escrito e talvez, apenas talvez, tenha sido traduzida com alguns termos que no hebraico tenha outro siginificado.
    Bingo!!! Vc acertou! Mas já que vc insiste em querer voltar ao ponto, vamos lá, né?! Sim, eu não tenho conhecimento do idioma hebraico, mas é um tremendo engano seu achar que eu vou me esquivar de adentrar neste assunto das "criancinhas" por desconhecimento do hebraico, e tanto vc como qualquer outro que entende da língua me dá bons recursos para que eu possa formar minha opiniões. Vc, no entanto, trouxe de bandeja o que eu queria saber, muito lhe agradeço; porque afinal de contas o professor de hebraico aqui é vc, e não eu! Mesmo assim, nada me impede de comentar o seu artigo sem o conhecimento do hebraico. Porque apesar de vc dominar o idioma, vc não domina o conhecimento, nem tão pouco o bom senso! Há controvérsias e muitas especulações em relação ao texto de 2 Reis: 2: 23-24, poderia ser rapazes jovens ou adolescentes, mas sua erudição sinaliza que provavelmente seriam crianças pequenas, ou simplesmente crianças. Então vamos imaginar mais de 42 criancinhas pequenas, bem pequenininhas atormentando a vida do profeta, mas qual seria a idade de um grupo de mais de 42 criancinhas pequenas e inocentes, hein, Eduardo?! Já parou pra calcular?! Ou vai se ariscar em dizer que o grupo de crianças em questão era formado por crianças na faixa etária de 6 a 10 aninhos?!
    Não, Eduardo, a minha comparação não foi, no mínimo ridícula. A Bíblia não diz que o grupo queria matar o profeta da mesma forma que nada fala se o grupo que cercou a casa de Ló queria matar sua família ou apenas ter uma noite de sexo com os anjos e os demais , mas não se pode excluir a possibilidade assassinato, nemno caso de Ló, nem tão pouco no caso do profeta Eliseu. Seria no mínimo desonesto da sua parte excluir tal possibilidade.
    Segue aqui um link mostrando o que um adolescente de 14 anos pode fazer: http://noticias.r7.com/cidade-alerta/video/presa-por-matar-namorada-do-ex-jovem-de-14-anos-diz-que-matou-pela-1-vez-aos-oito-511aa8e46b71aaca479739d6/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aquele momento que você pára e pensa: Vale à pena responder?

      Excluir
  5. Reposta sobre o meu sarcasmo: Eu aprendi com ateus, meio ateus, descrentes, ex-religiosos, evolucionistas, é, Jesus Cristo, devo admitir, também dominava a arte. Você lembra da passagem em que Ele curou um paralítico que dois amigos desceram pelo telhado? É, eu achei que ele tirou maior onda com os fariseus! Mesmo apanhando e com a coroa de espinhos na cabeça, diante de diversas autoridades da época, Ele tbm não deixou por menos.
    Obrigado, Eduardo, por parabenizar a minha fé. Não, eu não fiquei irritado por vc ridícularizar a história de Eliseu, mas será pecado ou ofensa ridícularizar o seu texto?! Eu só fiquei irritado com a sua bipolaridade. Porque a sua intenção não é só trazer uma boa tradução do hebraico e dirimir dúvidas de" cristãos ignorantes" , mas sim ridícularizar a própria Bíblia, isso vc pode fazer, ´´e um direito que lhe cabe, mas garanto que vc também é sujeito a ser ridícularizado. Mas eu não entendi quando vc mencionou que eu não respeito a sua descrença ao postar esse comentário no seu blog? Vc quer unanimidade? Isso já é característica de um ateísmo intolerante!
    Pra terminar, eu gostei quando vc respondeu: "Eu não sou teu amigo." Lembrei dos bordões hollywoodianos: https://www.youtube.com/watch?v=8OIhlZEXVnM
    Fica na paz, meu caro senhor!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode me ridicularizar, mas não sou eu que espera uma carpinteiro voltar depois de 2 mil anos que morreu, ainda mais sentado nas nuvens. De qualquer forma, obrigado pela mera TENTATIVA de refutar alguma coisa aqui.

      Excluir
  6. Eduardo, este tal de O-Sensei existe mesmo ou será o seu alter ego?! Aparece sempre elogiando a sua paciência? Quase um idolatra! Um baba-ovo talvez! Que estranho! Nem argumento tem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não existo!? E dizer que o Eduardo tem paciência é ser baba-ovo? Então, tá! E outra, eu argumento da forma que bem entendo, citei a parte que discordo de você e coloquei meu entendimento de acordo com o que está escrito no livro que VOCÊS idolatram.

      Leandro Paz

      Excluir
    2. Ok, agora você realmente passou dos limites, baixando o linguajar, e mais ridícula e estupidamente alegando que O-sensei é alguém fictício simplesmente porque o mesmo elogia minhas postagens. Centenas de pessoas visitam meus artigos todos os dias, tenho quase 3 mil curtidas no Facebook, isso é forjado também? Você tem o quê? Um blog meia-boca chamado http://www.umsabadomuitoespecial.com/ com meia dúzia de postagens infantis e fracassadas que ainda por cima é uma tentativa de imitar o famoso site http://www.umsabadoqualquer.com/ mostrando uma linha contrária.

      Quem te dá atenção? Isso te dói né? Quando você entra aqui e vê alguém que descara sua fé como ridícula e ainda é elogiado pelas pessoas? Eu escrevi dois artigos aqui falando sobre qual será minha reposta para crentes como você, mas com certeza não os leu. Eu tentei te responder de forma ainda civilizada, lhe dei até referências, agora estou vendo quão estúpido é você e indigno de uma conversa seja sobre o que for.

      Vou deixar este último comentário seu, onde várias pessoas podem ler um lindo cristão usando linguagem baixa quando se vê desesperado e sem argumento. Seus comentários não serão mais aprovados, nem lidos, eles irão para a lixeira diretamente. Sua idiotice, seu fanatismo, e seu linguajar baixo e vulgar só prova o lixo de crença que você tem. E antes que pense em me acusar de usar de linguagem baixa, “idiota” é um termo aceitável em uma crítica acadêmica, e para mim é isso que você provou ser, um completo e verdadeiro idiota.

      Suma do meu blog, vá ler sua Bíblia, rezar, fazer o que você quiser, és só mais um crente desesperado achando que possui argumento pra alguma coisa. Este espaço é baseado em pesquisa, e não uma lixeira onde qualquer um entra aqui grita qualquer coisa sem fornecer nenhuma prova ou referência. Traga-me um estudo com uma bibliografia imensa provando seu ponto, e dai, quem sabe, algum dia, possa te dar pelo menos o benefício da dúvida, caso contrário, suma e procure o que fazer.

      Vou repetir mais uma vez: Este meu comentário encerra a questão. Você vai querer comentar novamente, mas seu comentário irá direto para lixeira de SPAM do blogspot, nem me darei o trabalho de ver o que você escreveu. E adianto logo, nem tente postar aqui como "anônimo", ou outra conta, eu tenho como te identificar, como já fiz várias vezes com outros lunáticos como você.

      Excluir
  7. MVS é muito elucidativo. Ele prefere a mentira que estimula a crença do que a verdade que a negue. Este é o resumo das intenções dos anônimos que escreveram os evangelhos. Como consideravam os fins nobres, não exitavam em mentir a vontade. Tinham uma desonestidade intelectual obstinada.

    ResponderExcluir
  8. MVS20 de fevereiro de 2015 16:49 erra ao atribuir a democracia ao cristianismo. Justamente ao contrário. Por excesso de cristianismo que a democracia criada pelos gregos séculos antes da vinda do Salvador voltou. Depois de 1500 anos de cristianismo que nos deu a Idade das Trevas, de tantas perseguições cristã e genocídios praticados que a democracia, ou seja, a liberdade de não ser submetido aos religiosos, floresceu na Revolução Inglesa, Americana e finalmente na Francesa. A América do Norte foi formada por peregrinos fugindo do excesso de cristianismo da Europa. Queriam uma terra livre dele onde qualquer um era livre para professar a sua crença sem ser trucidado pelos cristãos. Depois da revolução francesa, e de Napoleão, que o poder do Cristianismo na Europa foi detido. Até lá, nenhuma diferença existia com o que o Islão faz hoje no Oriente. Até mesmo divergir ou alguma suspeita era caso de ser verificado pela máquina de tortura e eliminação da Inquisição. Um foco particular das inquisições espanhola e portuguesa era converter forçadamente judeus e muçulmanos ao catolicismo. Não, nada devemos ao cristianismo pela democracia, pela liberdade, a não ser a perda de sua força pelo Estado Laico. A liberdade de hoje não se deve ao cristianismo, que nunca teve. Assim que Constantino toma para Roma o novo Senhor da Guerra, o cristianismo trata de destruir as demais religiões, a ciência e as bibliotecas. (Coisa que Paulo já fazia). Deve-se aos que lutaram contra a presença do clero e da religião no comando dos estados. Razão das três revoluções mencionadas.

    ResponderExcluir

Antes de comentar, queira ler os artigos Critérios para se Aprovar Comentários e Respostas à Alguns Comentários. Obrigado pela visita e pela participação!

Comentarios Recentes

Compartilhe este Artigo

Delicious Digg Facebook Favorites More Stumbleupon Twitter

Search Our Site