sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

RESSURREIÇÃO, MULHERES, CONTRADIÇÃO
Para concluir os tópicos relacionados com as contradições e discrepâncias relacionadas ao relato lendário da Ressurreição e do Túmulo Vazio, gostaria de comentar uma pequena discrepância que considero bem interessante.

No Evangelho de Marcos, depois que as mulheres tiveram um encontro com os anjos e não encontram o corpo de Jesus, o relato evangelístico diz que elas foram tomadas de terror, não apenas pelo encontro com os anjos, mas por encontrarem o túmulo vazio, pois, conforme explicado pelo anjo, está assim porque Jesus foi ressuscitado dentre os mortos.

Acontece que, no versículo 8 do cap. 16 de Marcos, nós lemos que elas “fugiram do sepulcro, porque estavam possuídas de temor e de assombro...”; agora notem esse detalhe: “e nada disseram a ninguém”. Apesar da ordem imperativa do anjo, de irem anunciar aos apóstolos que Jesus havia ressuscitado, (16:7) as mulheres guardaram para si as coisas que aconteceram lá, talvez pelo fato de que o testemunho de mulheres não fossem bem vindos na sociedade judaica da época.

Não obstante, isso é totalmente diferente do restante dos Evangelhos, a saber, Mateus, Lucas e João. Tanto Lucas como João omitem a ordem dos anjos. Em Mateus somos informados que as mulheres quando saem do sepulcro saem com “grande alegria” (Mt. 28.8) com a notícia da Ressurreição e passam a proclamar aos apóstolos que Jesus voltou dentre os mortos. (Mt. 28:7) Afinal, elas ficaram caladas sobre o assunto, como em Marcos 16:7 
ou falaram aos discípulos sobre o mesmo, como em Mateus 28:7?

2 comentários:

  1. Mc 16.8-10 "nada diziam a ninguém porque temiam.
    [...] E, partindo ela, anunciou-o àqueles que tinham estado com ele"

    Não disseram a "ninguém pelo caminho" por que temiam; até M. Madalena chegar aos "12" e contar o ocorrido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, isso pode até ser uma possibilidade. Mas se perceber no versículo 8 diz "diziam" e "temiam" mas no versículo 10 já usa os verbos no singular.

      Como sempre digo aqui no blog, a teologia cristã é uma miscelânea de várias interpretações, cada interprete bíblico tem uma compreensão e por isso fica até difícil de dizer o que dizem mesmo os cristãos, haja visto que dizem coisas diversas e divergentes. Alguns acreditam que o versículo 8 usa o verbo no plural porque se trata da visita das mulheres. Já nos versículos 9 e 10 descreveria uma segunda visita, agora apenas por Maria Madalena.

      Gramaticalmente percebemos que o versículo 8 é uma narração truncada e que os versículos 9 e 10 passa a narrar uma outra aparição agora apenas para Maria Madalena. Em suma, seriam duas visitas. Nesse caso, a primeira visita, de Maria Madalena com as outras mulheres, elas não falaram nada, elas não anunciaram nada, nem mesmo para os apóstolos e DEPOIS quando Maria Madalena visita o túmulo sozinha é que ela sai proclamando.

      A Bíblia de estudo SHEDD em uma nota, comenta que as mulheres teriam ficado sem relatar o assunto até a Ascensão de Jesus, mas isso contradiz os outros relatos.

      Excluir

Antes de comentar, queira ler os artigos Critérios para se Aprovar Comentários e Respostas à Alguns Comentários. Obrigado pela visita e pela participação!

Comentarios Recentes

Compartilhe este Artigo

Delicious Digg Facebook Favorites More Stumbleupon Twitter

Search Our Site