sábado, 19 de janeiro de 2013

MÓRMONS
As Testemunhas de Jeová costumam alegar que as pessoas que criticam-nas, na verdade, estão deturpando informações e contando meias-verdades, com o único objetivo de desviar as pessoas da “verdade”, ou seja, a Organização religiosa.

Acho isso bastante interessante, pois, na verdade, praticamente toda religião faz isso, principalmente os vários ramos conturbados do Cristianismo, pois cada qual acredita que é a única forma de religião correta.

O caso das Testemunhas de Jeová é mais interessante ainda, pois elas mesmas deturpam informações de outras religiões, com o objetivo de desviar as pessoas desses lugares.

Encontramos um exemplo disso em uma publicação que analisava algumas doutrinas dos Mórmons. A revista Despertai! de 22 de Março de 1972, na página 11, no tópico, As Novas Doutrinas do Mormonismo, diz o seguinte:
Ambas aceitam a declaração de seu Doctrine and Covenants (Utah 58:21; Reorganizada 58:5): “Que nenhum homem viole as leis do país, pois aquele que guarda as leis de Deus não tem necessidade de violar as leis do país.” Estará certa esta “revelação” mórmon, ou é correto o princípio bíblico de que, quando as leis dos homens e as ordens de Deus se chocam, ‘Temos de obedecer a Deus antes que aos homens’? — Atos 5:29; 4:19, 20.
No restante do estudo, os líderes mundiais das Testemunhas de Jeová passam a dizer que, de acordo com Atos 5:29; 4:19, 20, o cristão tem autoridade para desobedecer as leis seculares, caso estas colidam com as leis divinas. Por isso, concluem que o que os Mórmons estão ensinando está errado biblicamente.

Bom, isso é um grande exemplo de como as Testemunhas de Jeová estão deturpando o ensino dos Mórnons para afastar as pessoas dessa religião. No Doctrine and Covenants (Utah 58:21; Reorganizada 58:5) não nos é dito que os Mórmons NUNCA, EM HIPÓTESE ALGUMA podem ir contra as leis do Estado. Isso é muito claro na citação.

Caro leitor, preste bem atenção nessas palavras:
“Que nenhum homem viole as leis do país, pois aquele que guarda as leis de Deus não tem necessidade de violar as leis do país.” (Doctrine and Covenants, Utah 58:21; Reorganizada 58:5)
O que eles querem dizer é que, quando um mórmon é um cristão obediente, exemplar, que acata as leis de Deus, ele, por consequência, será também um bom cidadão, e assim também acatará as leis do Estado, como por exemplo, não dirigir embriagado.

Vemos nisso uma deturpação clara dos ensinos dos Mórmons pelas Testemunhas de Jeová. Mesmo sendo analisadas por um agnóstico, considero benéficas as palavras dos Mórmons citadas acima, pois incentivam as pessoas a serem bons cidadãos e acatadores das leis. As Testemunhas de Jeová vão de casa em casa pregando que são a única religião certa em todo o mundo, que todas as outras, Mórmons, Batistas, Católicos, Evangélicos no geral, inclusive a sua, caro leitor(a), seja qual for, é uma forma de “demonismo” (g71 22/3 p. 12).

Ao mesmo tempo que fazem isso, usam informações deturpadas de várias fontes para se colocarem como certas. Usam citações de livros e vende-as como se fossem deles, citam Enciclopédias sem dizer o número das páginas, para que seus membros não possam confirmar a citação, citam de forma deturpada estudiosos que, de forma conhecida, contradizem os ensinos das Testemunhas de Jeová, e, como visto nessa postagem, usam publicações de outras religiões para propagar inverdades sobre as mesmas. Quando era Testemunha de Jeová, aprendi que os ex-membros da religião, que chamamos de apostatas, deturpam os ensinos da religião com o único objetivo de desviar os irmãos e irmãs da religião. A Sentinela de 15 de Janeiro de 2004, pp. 16-17 par. 8, diz:
Que métodos os apóstatas usam para alcançar seus objetivos? Eles muitas vezes recorrem a distorções, a meias-verdades e a flagrantes falsidades. Jesus sabia que seus seguidores seriam vítimas de pessoas que diriam “todo tipo de calúnia contra” eles. (Mateus 5:11, NVI) Esses opositores maliciosos usariam mentiras para enganar outros. O apóstolo Pedro nos previne contra os apóstatas que usariam “palavras simuladas”, divulgariam “ensinos enganosos” e ‘deturpariam as Escrituras’ para alcançar seus objetivos. (2 Pedro 2:3, 13; 3:16) Lamentavelmente, os apóstatas estão “subvertendo a fé que alguns têm”. — 2 Timóteo 2:18.
Falam isso como se fizessem diferente. Observamos nessa postagem que as próprias Testemunhas de Jeová deturpam declações de outros grupos religiosos com o mesmo objetivo de desviar as pessoas de lá.

Dessa forma, pergunto: Por que as Testemunhas de Jeová ficam tão irritadas quando são criticadas, ou quando são mal-interpretadas, quando usamos suas próprias publicações para mostrar seus erros, uma vez que elas fazem justamente a mesma coisa com o restante das religiões, pior ainda, DETURPANDO informações em favor próprio?


2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Eduardo, entendo que o escrito Mórmon tentou expressar a ideia bíblica. Mas, em algum país, em algum momento, o crente bíblico, que tenta seguir tudo aquilo que acredita encontrar na Bíblia, terá que violar alguma lei de seu país. Então, a revelação Mórmon ficou aquém do ideário bíblico. Assim como você, eu já li muitas publicações das TJs, e comparado-as com as de outras religiões, não vejo os mesmos tipos de ataques. É verdade que, as TJs, como têm a Bíblia como seu fundamento da fé, creem que ensinos supostamente em desacordo com a Bíblia os tornam falsos. Podemos encontrar deslizes nas publicações das TJs e até contradições, mas acho que você, que viveu no meio delas, sabe que, em geral, são um povo pacífico, honesto e trabalhador; acredito que isso se deve ao apego ao tipo de fé que elas têm. Concorda?

    ResponderExcluir

Antes de comentar, queira ler os artigos Critérios para se Aprovar Comentários e Respostas à Alguns Comentários. Obrigado pela visita e pela participação!

Comentarios Recentes

Compartilhe este Artigo

Delicious Digg Facebook Favorites More Stumbleupon Twitter

Search Our Site