segunda-feira, 29 de outubro de 2012

JESUS, RESSURREIÇÃO, IMPORTÂNCIAA Ressurreição de Jesus Cristo é, sem sombra de dúvida, a doutrina central do Cristianismo (1 Cor. 15:17; Wycliffe Bible Dictionary, p. 1458). Se Jesus tivesse falado sua mensagem, pregado sua doutrina, mas permanecido em putrefação na sepultura (At. 2.27), como qualquer um dos supostos messias anteriores a ele (At. 5.36, 37), o Cristianismo teria sido apenas um movimento apostata judaico da qual apenas alguns poucos acadêmicos conheceriam hoje. Não obstante, o Cristianismo passou de um pequeno grupo de pescadores judeus iletrados para uma religião mundial, que dominou um Império inteiro e conquistou o mundo.

O segredo desse sucesso, para os cristãos, está no fato da realidade da Ressurreição. Jesus voltou dos mortos de forma vitoriosa, como Salvador do mundo; seus seguidores o viram (At. 1.3), o tocaram (1 Jo. 1.1), falaram com ele e, dessa forma, era incontestável que a Ressurreição era um fato.

Quando eu era cristão, costumava perguntar-me por que, apesar das “evidências”, milhares de pessoas ao redor do mundo ainda não aceitavam o Cristianismo como única religião verdadeira. Se Jesus realmente ressuscitou dentre os mortos, por que não houve uma conversão em massa em Israel naquele tempo? Se as evidências históricas e filosóficas são tão esmagadoras a favor da Ressurreição de Jesus, por que a grande maioria das pessoas, tanto daquele tempo, como nos tempos modernos, não creem no Cristianismo?

Eu nutria, há bastante tempo, um forte desejo de escrever sobre a Ressurreição. Creio que esse tema é tão importante, tanto para se aceitar ou abandonar o Cristianismo, que seriam necessárias muitas postagens para falar do assunto de forma cabal e, por esse motivo, o projeto tardou bastante.

Irei analisar aqui, bem como em postagens futuras, os motivos pelos quais não creio no relato da Ressurreição e os argumentos que me levam a crer que o Cristianismo, em si, está alicerçado em uma má interpretação que homens indoutos tiveram de um evento natural.

Os estudos futuros seguirão essa sequência e é de suma importância que você, prezado leitor(a), leia nessa linha cronológica.


  1. Testemunho Tendencioso
  2. Testemunhas Oculares? (Esse artigo aborda os temas 1 e 2)
  3. Contradições e Inconsistências do Relato
  4. (Contradição #1: A Visita ao Túmulo — De Manhã ou Madrugada?)
    (Contradição #2: Havia Dois ou Apenas um Anjo no Túmulo?)
    (Contradição #3: Como a Pedra do Túmulo Foi Removida?)
    (Contradição #4: Aparição dos Anjos no Túmulo de Jesus)
    (Contradição #5: O Evangelho de Mateus e a Lenda da Ressurreição)
    (Contradição #6: As Mulheres Proclamaram a Ressurreição?)
  5. Messianismo Judaico Primitivo e a Ressurreição
  6. Ressurreição e os Mitos 
  7. Pseudo-Provas 
  8. A Ressurreição e o Nascimento do Cristianismo
  9. Ressurreição de Jesus – Fato ou Ficção?
Esses tópicos acima listados irão virar links aos passo que os textos forem postados.

0 comentários:

Postar um comentário

Antes de comentar, queira ler os artigos Critérios para se Aprovar Comentários e Respostas à Alguns Comentários. Obrigado pela visita e pela participação!

Comentarios Recentes

Compartilhe este Artigo

Delicious Digg Facebook Favorites More Stumbleupon Twitter

Search Our Site