Aos novos visitantes,

Não estou mais postando artigos novos neste blog. Depois do lançamento do livro, mudei o espaço virtual para o site EDUARDO GALVÃO, neste novo endereço é onde estou postando conteúdo novo.

Att,

Eduardo G. Junior

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Isaías 40:22 Ensina que a Terra é um Globo?

por Eduardo Galvão

TERRA, CÍRCULO, ESFERA, GLOBO, BÍBLIAQual é o Formato da Terra? Essa pergunta intrigou os homens por milhares de anos. A ideia predominante nos tempos antigos era de que a Terra fosse plana. Os babilônios, por exemplo, criam que o Universo fosse uma espécie de caixa ou aposento, tendo a Terra como piso. Os sacerdotes védicos, da Índia, imaginavam uma Terra plana, habitada apenas num lado. Uma tribo primitiva na Ásia retratava a Terra como enorme bandeja de chá.

Já no sexto século a.C, o filósofo grego Pitágoras teorizava que, sendo a Lua e o Sol esféricos, a Terra também tinha de ser uma esfera. Mais tarde, Aristóteles (quarto século a.C) concordou, explicando que os eclipses lunares provavam a esfericidade da Terra. A sombra da Terra na Lua é curva.

Contudo, a noção de uma Terra plana (habitada apenas na parte de cima) não desapareceu totalmente. Alguns não conseguiam aceitar a implicação lógica de uma Terra redonda: o conceito de antípodas. Lactâncio, cristão apologista do quarto século d.C, ridicularizou a idéia. Ele arrazoou: “Existe alguém tão insensato a ponto de crer que há homens cujas pisadas são mais altas do que suas cabeças? . . . que as plantações e as árvores crescem de cima para baixo? que a chuva, a neve e a saraiva caem de baixo para cima?”

O conceito de antípodas acarretava um dilema para alguns teólogos. Certas teorias sustentavam que, se existissem antípodas (habitantes do globo que vivem em lugar diametralmente oposto a outros habitantes), estes não poderiam ter ligações possíveis com os humanos conhecidos, ou porque o oceano era amplo demais para cruzar ou porque uma zona tórrida intransponível cercava o equador. Assim, de onde poderia ter vindo um antípoda? Perplexos, alguns teólogos preferiam crer que não poderiam existir antípodas, ou mesmo, como Lactâncio argumentava, que a Terra de forma alguma poderia ser uma esfera!

Não obstante, o conceito de uma Terra esférica prevaleceu, sendo aceita amplamente, com o tempo. Mas, apenas com a chegada da era espacial, no século XX, foi possível que os homens viajassem suficientemente longe no espaço para constatar, por observação direta, que a Terra é um globo.

E qual é a posição da Bíblia nessa questão? Muitos defensores da inspiração bíblica (teopneustia) apontam para Isaías 40:22a como prova de que somente Deus poderia ter inspirado o profeta a escrever esse conceito astronômico. (Teorias da Inspiração Bíblica) O texto referido diz: “Há Um que mora acima do círculo da terra.” Outra versão diz: “Aquele que senta sobre o globo da terra.” (Douay-Rheims Bible)

Argumentando sobre essa declaração aparentemente surpreendente, assim lemos em obras cristãs:

No que se refere à exatidão científica, a Bíblia não fica para trás. Quer descreva a ordem progressiva da preparação da terra para ser habitada por humanos (Gên 1:1-31), fale da terra como sendo esférica e suspensa sobre o “nada” (Jó 26:7; Is 40:22), classifique a lebre como ruminante (Le 11:6), quer declare que “a alma da carne está no sangue” (Le 17:11-14), a Bíblia é cientificamente correta. (it-1 p. 363 Bíblia)

A Bíblia, em Jó 26:7, diz que Deus “suspende a terra sobre o nada”. A ciência diz que a terra permanece em sua órbita no espaço primariamente devido à interação entre a gravidade e a força centrífuga. Essas forças, naturalmente, são invisíveis. Portanto, a terra, como outros corpos celestes, acha-se suspensa no espaço como se estivesse pendurada no nada. Falando do ponto de vista de Jeová, o profeta Isaías escreveu sob inspiração: “Há Um que mora acima do círculo da terra, cujos moradores são como gafanhotos.” (Is 40:22) A Bíblia diz: “Ele [Deus] demarcou um círculo sobre a face das águas.” (Jó 26:10) As águas ficam limitadas a seu devido lugar pelo decreto de Deus. Não sobem para inundar a terra, nem se lançam no espaço. (Jó 38:8-11) Do ponto de vista de Jeová, a face da terra, ou a superfície das águas, por certo teria um formato circular, assim como o contorno da lua parece-nos circular. Antes de surgirem as superfícies de terra seca, a superfície do inteiro globo era de uma só massa circular (esférica) de águas agitadas. — Gên 1:2. (it-3 p. 697)

Perceba que o círculo (hûg) é compatível com a noção da terra como esfera (ou mesmo um disco). (PFEIFFER, p. 637)

Heb. Chug. Traduzido por círculo (v. 22); circuito (Jó 22.14) e compasso (Pv. 8.27). Este termo em nossa Bíblia revelou que a terra era redonda, muito tempo antes de os homens acreditarem que era assim.” (DAKE, 2010)

O hebraico hûg [abóboda], que literalmente se refere à um círculo e é assim traduzida em muitas versões, pode também significar esfera. Ainda, a ideia da terra sendo redonda, muito menos esférica e suspensa sob o espaço, era desconhecida para o mundo antigo. [JUNIOR, p. 184]

Mais uma vez vemos uma grande miscelânea exegética para se apoiar a doutrina falaciosa da teopneustia. Iremos observar alguns pontos que confirmam que Isaías 40:22a não aponta para a esfericidade da Terra. Veremos que a palavra חוּג não significa esfera e que, mesmo que tivesse essa significação, isso não provaria que o profeta foi inspirado por Deus.

O texto de Isaías 40:22 no original em hebraico reza:

הישׁב על־חוג הארץ וישׁביה כחגבים הנוטה כדק שׁמים וימתחם כאהל לשׁבת׃

A palavra em destaque, חוּג, possui vários significados, mas nenhum deles é de “globo”. A maioria dos dicionários que temos de hebraico são de cristãos e judeus devotos e, portanto, pessoas que creem na inspiração da Bíblia. Isso, às vezes, compromete a confiabilidade de suas afirmações. Apesar disso, veremos que dicionários e léxicos modernos admitem que a palavra não possui esse significado.

Uma outra forma de entendermos o uso desse vocábulo hebraico é por perceber seu uso no restante da Bíblia. Sendo uma palavra rara, ela ocorre apenas três vezes no Antigo Testamento: Jó 22:14 “abóboda” (ARA, BJ, NVI); Prov. 8:27 “horizonte” (ARA, NVI) “abóboda” (BJ); Isa. 40:22 “círculo” (ARA, BJ) “cúpula” (NVI). Em nenhum lugar as escrituras aplicaram essa palavra à terra, nem muito menos à algo em formato esférico.

A mais antiga tradução do Antigo Testamento, chamada Septuaginta (LXX), traduziu a palavra hebraica חוּג pelos seguintes termos em grego: Jó 22:14 γύρον; Provérvios 8:27 ανέμων; Isaías 40:22 γύρον.

A palavra grega γύρον significa literalmente “mulher”. Provavelmente, remetendo a delicadeza feminina. Ela é bastante frequente no N.T. Já a palavra ανέμων é bastante comum para “vento” e ocorre cerca de 29x no N.T.: Mat. 7:25,27; 8:26,27; 11:7; 14:24,30,32; 24:31; Marc. 4:37,39,41; 6:48,51; 13:27; Luc. 7:24; 8:23,24,25; Jo. 6:18; At 27:4,7,14,15; Ef. 4:14; Tg. 3:4; Jd. 1:12; Ap. 6:13; 7:1.

Como podemos observar, quando os antigos tradutores judeus, que conheciam o hebraico bíblico melhor do que qualquer erudito hoje moderno,  traduziram o termo חוּג, eles não entenderam nada em relação a uma terra esférica, mas sim ao horizonte, a curvatura dos céus, onde Yahweh habitava em seu trono. De forma honesta, alguns eruditos evangélicos comentam:

Círculo. É usado com referência a abóboda dos céus (חוּג, hūgh) em Isa 40:22, e em um sentido similar em Sabedoria de Salomão 13:2 (Revised Version margem), “círculo das estrelas” (κύκλος ἄστρων, kúklos ástrōn). É também usado no sentido de redondeza de território, como na expressão “círculo do Jordão” (Gen 13:10 the Revised Version, margin). (ISBE)

Circuito. Usado para representar várias palavras em hebraico em diversos sentidos, e.g. a órbita solar (תּקוּפה, teḳūphāh), Sal. 19:6; a abóboda dos céus (חוּג, ḥūgh), Jó 22:14 a versão King James; o circuito dos ventos (סביב, ṣābhı̄bh), Ecl. 1:6 (veja ASTRONOMIA); A visita de Samuel as comunidades (סבב, ṣābhabh), 1Sam. 7:16. Na versão Revisada (Britânica e Americana) a ideia de circular [...] é expressa pela frase  “fazer um círculo” (הסב, hāṣēbh), 2Sam 5:23; 2Reis 3:9; e na Versão Revisada, a margem indica uma planíce (הכּכּר, ha-kikkār), Nee 3:22. O grego perielthóntes é traduzido da mesma forma (At 28:13), mas a Versão Revisada, a margem lê “desprederam,” seguindo Westcott e Hort, o Novo Testamento em Grego lendo perielónteš. (Ibidem)

O ‘horizonte’ é literalmente um círculo, de forma que a referência provavelmente não é apenas a ‘abóboda’ semi-circular que, da perspectiva humana, parece arquear a terra, mas o horizonte que Deus estabeleceu com compassos. (GOLDINGAY et al, p. 120)

Além do fato da palavra hebraica não carregar a ideia de “globo”, como alguns cristãos dizem, a maioria dos exegetas do Antigo Testamento, como visto no comentário acima, concorda que essa palavra em Isaías 40:22a está se referindo ao horizonte acima da terra e não ao formato planetário.

Esse ponto é bastante importante: O texto de Isaías 40:22a está se referindo a circunferência dos céus, onde se acreditava que Yahweh estava sentado e não da terra! Isso fica claro quando observamos outra palavra usada nesse versículo.  O profeta diz que Deus está “sentado” - hebr. הכּכּר - sob esse círculo. Não pode se referir ao nosso planeta, porque, na teologia bíblica, são os céus o trono de Yahweh, não a terra.

Deveras vejo a Yahweh sentado no seu trono e todo o exército dos céus em pé junto a ele, à sua direita e à sua esquerda. (1 Reis 22:19)

Quanto aos céus, os céus pertencem a Yahweh, Mas a terra ele deu aos filhos dos homens. (Salmos 115:16)

Yahweh — nos céus está o seu trono [...] (Salmos 11:4)

Yahweh é que estabeleceu firmemente seu trono nos próprios céus; [...] (Salmos 103:19.

Observe que a Bíblia deixa claro que o trono a qual Yahweh se senta é o Céu. Dessa forma, quando Isaías diz que Deus senta sob o círculo da Terra, ele está se referindo aos céus, onde fica o trono de Yahweh.

Alem disso, note o que nos diz o final do versículo: “é ele o que estende os céus como cortina, e os desenrola como tenda, para neles habitar.” (40:22c) Observe que, usando a linguagem comum dos povos de origem nômade, um homem armando sua tenda, Yahweh é descrito como fazendo dos céus Sua habitação. Isso coaduna-se, mais uma vez, com a ideia de que o círculo, do qual Yahweh é descrito sentado, é o céu e não a terra. Uma das obras mais convervadoras cristãs e de reputada erudição comenta honestamente sobre o significado de Isaías 40:22:

O profeta foca-se no lugar de habitação celestial de Deus. Ele é a divindade poderosa que se assenta entronizado (implicando sua regência) sobre a terra. O significado de "círculo[116] da terra" não é claro (cf. Jó 22:14), mas há pouca evidência que as pessoas nesse tempo entendesse que a terra era em forma de bola. Mas a observação astronômica do movimento das estrelas em um padrão regular que atravessa os céus fazia-os vê o movimento noturno deles de horizonte a horizonte em um meio círculo (Jó 22:14). Não seria impossível para alguém indicar a outra metade não vista do circuito das estrelas como uma explicação de como as estrelas retornavam ao ponto de partida inicial na noite seguinte, mas isso não claramente afirmado. O círculo poderia se referir ao círculo do horizonte em que uma pessoa pode observar ao redor, de todos os lados. Esse entendimento enfatizaria que Deus reina sobre tudo que os olhos podem ver em todas as direções, até os confins da terra. (SMITH, p. 117. Na nota 116, lemos: “A palavra חוּג se refere ao horizonte, círculo ou abóboda celestial.”)

E outras palavras, uma vez que Yahweh está entronizado nos céus, uma outra linguagem para “sentado sobre o círculo da terra”, seu domínio alcança toda a terra. O ponto de vista do profeta não é a esfericidade do planeta, mas a abrangência do governo e soberania de Deus. Agora, mesmo que Isaías estivesse falando da circunferência terra em si, isso seria uma visão ainda assim errada do ponto de vista científico, pois a terra não é um círculo e sim um globo levemente achatado nos pólos. Caso o texto estivesse falando da terra como círculo, uma explicação plausível seria que, levando em consideração o formato do Sol e da Lua, o escritor bíblico poderia ter imaginado ser esse também o formato da terra.

Apesar desses comentários, apenas suponhamos que o profeta, sendo inspirado por Deus, escreveu, mesmo sem ter consciência, que a terra era um globo. Bom, iríamos esperar que ele usasse um termo apropriado, uma vez que em hebraico existem palavras equivalentes para “bola”, “globo” e “esfera”. Temos, por exemplo, a palavra דּוּר (dûr) “bola”. Essa palavra ocorre 2x em Isaías: 22:18 “bola” (BJ, ACF, ARA, NVI); 29:3 “redor” (BJ, NVI).

Temos outras palavras em hebraico que não aparecem na Bíblia, mas que com certeza faziam parte do vocabulário do profeta. E, no entanto, ele não usa nenhuma delas. Portanto, a única coisa que podemos tirar disso é que ele queria dizer tudo, menos que a Terra era um globo.

Antes, gostaria também de fazer um comentário em relação à inúmeros artigos na internet que dizem supostamente provar que Isaías 40:22a afirma que a terra é um globo. Imagine que durante todo esse artigo, eu colocasse apenas referências de ateus, agnósticos e céticos. Estaria eu sendo imparcial e honesto? Lógico que não! Pois essas pessoas não creem na Bíblia, portanto, é somente natural que elas façam essas afirmações.

Da mesma forma, a maioria dos artigos que encontramos na web são de eruditos evangélicos, cristãos, teólogos no geral, que são pessoas interessadas em provar a Bíblia como sendo de origem divina. Portanto, em quase a totalidade dos casos, as citações são tendenciosas e desprovidas do espírito científico. Tome, como exemplo, uma publicação das Testemunhas de Jeová. Com o objetivo de convencer seus adeptos, que nem ao menos são permitidos investigar o assunto, dizem:

A palavra hebraica aqui traduzida “círculo” também pode ser traduzida “esfera”. [A Concordance of the Hebrew and Chaldee Scriptures (Concordância das Escrituras Hebraicas e Caldéias), de B. Davidson] É interessante que, a respeito do “círculo” neste versículo, a Bíblia de Referência de Scofield, numa nota marginal, afirma: “Uma notável referência à esfericidade da terra.” A tradução do Pontifício Instituto Bíblico reza: “Aquele que está sentado sobre o globo da terra”, e a Versão Almeida (atualizada) diz aqui: “Ele é o que está assentado sobre a redondeza da terra.” Naturalmente, a inspirada Palavra do Criador da terra indicaria corretamente que a terra era redonda, embora os antigos, em geral, pensassem que ela era achatada.” (Despertai! 8/11/1978 p. 32)

O primeiro ponto que podemos observar está relacionado justamente com o que eu havia comentado anteriormente. Todas as referências, como A Concordance of the Hebrew and Chaldee Scriptures, a Bíblia de Referência de Scofield, Pontifício Instituto Bíblico e Versão Almeida (atualizada), são de instituições religiosas interessadas em fomentar a crença de que a Bíblia é inspirada por Deus. Além disso, a obra A Concordance of the Hebrew and Chaldee Scriptures é muito ultrapassada, sendo de 1871, não sendo praticamente mais usada como referência por acadêmicos sérios. Além disso, é praticamente a única que dá esse testemunho. Todas as obras modernas, até mesmo algumas cristãs, não trazem mais a tradução “globo”, ou “esfera”, para a palavra hebraica חוּג. Um outro argumento que podemos usar para uma Testemunha de Jeová é que, se a palavra hebraica debatida significa realmente “globo” ou “esfera”, por que a Comissão de Tradução do Novo Mundo escolheu a tradução “círculo” para Isaías 40:22a? Algumas obras cristãs, antigas e modernas, que admitem que a palavra usada em Isaías 40:22a não ensina uma terra esférica dizem dignamente:

Os cientistas de séculos passados vincularam este versículo à antiga doutrina científica de que a terra era de forma achatada, e não quiseram ouvir a ideia de Galileu sobre um planeta esférico. As palavras do profeta, no entanto, não fazem pronunciamento sobre teorias de um sistema geocêntrico, mas, tão simplesmente fala em língua usada pelos ouvintes e pelos leitores, como nós, por exemplo, falamos em terra redonda (e não esférica), e no “levantar” do Sol. (SHEDD, 2007)

Esse argumento foi engendrado com o objetivo de afirmar que, uma vez que o profeta não se preocupava em falar em termos técnicos, usou a linguagem do dia-a-dia, embora provavelmente sabendo que a terra não tinha esse formato de círculo, tanto quanto quando falamos do “levantar” do Sol, não pensamos nele se movendo. Além de ser mera conjectura, pois nenhum cristão teve acesso a mente do profeta, isso mostra claramente que o argumento da Terra global não pode ser usado por esse texto, como o próprio estudioso evangélico comentou.

Um dos maiores cometaristas bíblicos do seu tempo, erudito evangélico de reputado conhecimento, escritor de uma obra monumental, comentando cada versículo da Bíblia, de Gênesis a Apocalipse, foi honesto ao afirmar em suas notas de Isaías 40:22a:

A palavra vertida por ‘círculo’ (חוּג chûg) denota “um círculo, esfera ou arco”; e é aplicado ao arco ou abóboda celestial, em Pro 8:27; Jó 22:14. A frase ‘círculo,’ ou ‘circuito da terra’  aqui, parece ser usada no mesmo sentido como a frase orbis terrarum é usada pelos Latinos; não está denotando uma esfera, nem implicando que a terra era um globo, mas que era uma planíce extendida rodeada de oceanos e poderosas águas. A forma globular da terra era, naquele tempo, desconhecida; e a ideia é que Deus assentava-se sob o circuito extendido, ou círculo; e que a vasta terra estava debaixo de seus pés. (BARNES, ed. eletr.)

La tierra es concebida como un disco plano rodeada del abismo, sobre la que se pone un toldo arqueado compacto, que son los cielos. Sobre esa bóveda de los cielos habita Yahvé, inaccesible a todo lo creado. Nada se escapa a la acción destructora de Dios, ni los más altos príncipes (v.23), los cuales son arrancados como troncos sin raíces. Basta el soplo de Yahvé para dar al traste con los que parece que están más firmes: apenas ha echado raíces su tronco, e.d., las dinastías desaparecen apenas se establecen. Las revoluciones son los medios que tiene Dios para hacer justicia sobre las dinastías reales más pode. (CORDERO et al, 1967)

Agregando a esses comentários, temos dicionários e léxicos cristãos que também admitem que “alguns podem sustentar que Isa 40:22 implica na esfericidade da terra. Até pode, mas provavelmente deve se referir apenas ao Senhor entronizado sob a terra com seu horizonte obviamente circular.” (HARRIS, 1980) Outros dizem que o termo apenas se refere a “abóboda celestial” (BROWN, 1996) e até mesmo que em Isaías, “a terra é concebida como um disco.” (LEIDEN, 2000) e ao aceitá-la como referência ao horizonte, admite-se que  “a palavra heb. hûg aparece em referência aos céus” apenas. (UNGER, 2005)

A Nova Versão Internacional, de forma apropriada, traduziu assim o texto em hebraico:

“Ele se assenta no seu trono acima da cúpula da Terra.”

Além de todos os argumentos aqui apresentados, imagine que a palavra realmente significasse “esfera”, “globo” e estivesse descrevendo a terra e não o céu, como vimos, isso iria provar a inspiração bíblica? De forma alguma! Como mencionei no início desse artigo, muitos filósofos gregos já pensavam na Terra como esférica por mera dedução e observação, tendo como base o Sol e a Lua, que, do ponto de vista de um observado da terra, é apenas um círculo, como perceberam Pitágoras e Aristóteles. Eles eram inspirados pelos deuses helênicos, pelo mero fato de compreenderem algo que a maioria não conseguia ver? Homens inteligentes são capaz de feitos surpreendentes. Caso “Isaías” estivesse certo, ele seria só alguém à frente de seu tempo, tanto quanto esses filósofos gregos. Não haveria nenhuma pitada sequer de inspiração divina, como nunca houve.

O texto de Isaías 40:22 não ensina que a Terra é uma esfera. Tradutores cristãos, com o objetivo de pregar a doutrina da teopneustia, vertem desonestamente a palavra para que pareça algo assombro, em consonância com fatos científicos modernos, servindo assim ao seu propósito de convencer as pessoas da veracidade bíblica.

Em postagens futuras, irei analisar a cosmologia bíblica, em especial o conceito bíblico sobre o formato de nosso belo planeta.



Bibliografia


SHEDD, Russell. Bíblia de Estudo Shedd. São Paulo. 2 edição, Vida. 2007.
Euclides Martins Balancin et al. Bíblia de Jerusalém, Paulus, São Paulo, 2006.
ALMEIDA, Abraão et al. Nova Versão Internacional (NVI), São Paulo, 2000, Sociedade Bíblica Internacional.
ALMEIDA, João Ferreira de. Edição Corrigida e Revisada, Fiel ao Texto Original. Sociedade Bíblica Trinitariana.
DAKE, Finnis Jennings, Bíblia de Estudo Dake, 1° edição, Belo Horizonte, Brasil, 2010.
ASSOCIAÇÃO TORRE DE VIGIA, Tradução do Novo Mundo, São Paulo, 1986.
_________. Estudo Perspicaz das Escrituras, volume 1 e 3, São Paulo.
_________. Despertai! São Paulo, 1978.
BARNES, Albert. Notes on the Bible, ed. eletr.
CORDERO, Maximiliano García; RODRÍGUEZ, Gabriel Pérez. Bíblia Comentada: Professores de Salamanca, La Editorial Catolica - Madrid, 1967.
PFEIFFER, F. Charles e HARRISON, F. Everett, The Wycliffe Bible Commentary, Moody Press, 1990.
K. Elliger, W. Rudolph. Biblia Hebraica Stuttgartensia, Sociedade Bíblica do Brasil. 1977.
BROMILE, Geoffrey William. International Standard Bible Encyclopedia, Eerdmans, 1988.
GOLDINGAY, John; PAYNE, David; FRANK, David. A Critical and Exegetical Commentary on Isaiah 40-55: A Introduction and a Critical Commentary on Isaiah, Continuum International Publishing Group, 2006.
SMITH, Gary V. The New American Commentary: Isaiah 40-66, vol. XV, Estados Unidos, B&H Publishing Group, 2009.
JUNIOR, John F. Macarthur. New Testament Commentary, de John F. MacArthur Jr, Moody Publishers, 1987.
UNGER, Merril F. HARRISON, Roland K; VOS, Howard F. The New Unger's Bible Dictionary, 2005, Lion Hudson, Oxford.
HARRIS, Laird, et al. Theological Wordbook of the Old Testament, Moody Press, Chicago, 1980.
DROWN, Francis, DRIVER, S.D, BRIGGS, Charles A. Unabridged Brown-Driver-Briggs Hebrew and English Lexicon, Hendrickson Pub, 1996.
LEIDEN, Holladay Brill. A Concide Hebrew and Aramaic Lexicon of the Old Testament, Boston, Köln, 2000.
THAYER, Joseph Henry. A Greek-English Lexicon of the New Testament, New York, Harper & Brothers, 1889.
Does the Bible Teach a Spherical Earth? acessado em 16/07/2012.
Douay-Rheims Bible acessado em 17/07/2012.

65 comentários:

  1. Muitos parabéns pelo artigo; gostei muito, mesmo!
    Concordo com você 1.000.000.000%: Is 40.22 “e” Jó 26.7 são interpretados erradamente pelos cristãos.

    Isso prova inspiração divina? Não, prova erro de “interpretação”!
    Isso prova erro de narração? Não, prova “linguagem visual”!

    Concluímos erro em “interpretar” uma “linguagem visual” como relato científico, o que “não evidencia a inspiração”!

    Clóvis, Cariacica, ES.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prova erro de narração, porque os judeus acreditavam literalmente que o céu era um círculo onde Yahweh se sentava, esse versículo não é poético, ou simbólico, é exatamente como eles acreditavam literalmente.

      Excluir
    2. Quem veio dos macacos levanta a mao. Quem cre que e imagem e semelhança de DEUS pode abaixar.

      Excluir
  2. José
    Se eles acreditavam LITERALMENTE que Deus estava no céu “COMO VOCÊ FALA”; então, por que Davi fala que Deus está em todos os lugares, Sl 139.8?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Clóvis, o que eu faço com você hein?! Caros leitores, esse comentário acima é do mesmo Clóvis, que agora, usando de astúcia, malícia e da mentira, criou um nome fictício para que eu aprovasse seus comentários.

      Por pura misericórdia vou te responder.

      Primeiro, diferente do que você acredita, os escritores bíblicos tinham visões diferentes sobre Deus. Portanto, se um texto diz que ele fica sentado no Céu e o outro diz que ele está em todos os lugares, isso, na verdade, nada mais é que pensamentos distintos de dois seres humanos distintos que tinham suas ideias distintas sobre a divindade.

      Além do mais, Salmo 139:8 não é o que pensas. A Bíblia não ensina que Deus está LITERALMENTE em todos os lugares. Em diversos versículos da Bíblia, “os céus” são mencionados como o “lugar estabelecido de morada” de Deus. (1 Reis 8:39, 43, 49; 2 Crônicas 6:33, 39) Na oração modelo, Jesus Cristo é simples e claro ao dizer: "Pai nosso QUE ESTÁS NOS CÉUS". (Mateus 6:9) Textos como Salmo 139:8 tem que ser analisado no contexto. Acho que vou escrever algo sobre o assunto depois.

      Excluir
  3. Cara
    Você é um verdadeiro hipócrita.
    O que será que você vai dizer quando estiver face a face com o Senhor?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois que você leu esse artigo ficou sem resposta, não foi? rsrsrs... poderia ter argumentado alguma coisa, mas nada tem argumentar porque sabe, no íntimo, que suas crenças são baseadas em fábulas e erros de tradução.

      Nem pra me xingar você consegue, porque "hipócrita", palavra de origem grega, significa aquele que diz uma coisa e é outra, o que isso tem a ver com a postagem? Você me conhece pessoalmente pra dizer que digo uma coisa e sou outra?

      Você me perguntou: "O que será que você vai dizer quando estiver face a face com o Senhor?"

      Te respondo: "Quando eu estiver face a face com o Senhor, vou pedir para que Ele perdoe a ignorância de seres humanos como você, que acham que por acreditarem em um monte de fábulas e mitos, são melhores do que os demais que não creem."

      Excluir
    2. Se você não acredita em Deus, porque diz que Quando você estiver face a face com o Senhor dirá tal coisa?

      Me refiro ao que disse:
      "Quando eu estiver face a face com o Senhor, vou pedir para que Ele perdoe a ignorância de seres humanos como você, que acham que por acreditarem em um monte de fábulas e mitos, são melhores do que os demais que não creem."

      Excluir
    3. Anônimo, o Eduardo não é Ateu. Entenda que existem várias formas de se conceber Deus, a Bíblia Judaico-cristã não é a única!

      Leandro

      Excluir
  4. Eduardo G. Junior > Cara meus parabéns pelo excelente trabalho feito aqui no seu blog, sou ateu e estou notando aqui um altíssimo nível de argumentação. Não pare de produzir estudos, não sei se você sabe, mas tem gente linka os seus estudos aqui em debates teístas X ateus/agnósticos, inclusive, esse artigo em especial, estava linkado numa comunidade de debates do face. (Apesar de que ter chegado ao blog antes, porque eu havia lido um livro entitulado O Jesus Histórico e o Mítico, de José Pinheiro de Souza, onde ele faz um breve resumo da questão do nascimento virginal de jesus, mais especificamente da palavra "Almah", então eu queria pegar mais uma confirmação independente. Mas é isso, parabens pelos trabalhos e continue firme. Vejo análises como está como uma luz em meio a escuridão da religião.
    Alberto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obg Alberto tanto pela visita como pelas palavras; fico muito feliz de saber que meus estudos estão ajudando as pessoas de alguma forma.

      Abç!

      Excluir
  5. Você diz essas coisas porquê analizou as escrituras bíblicas mas em João 5:39 fala:Examinai as escrituras, porquê julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim.Lendo isso percebi que não devemos fazer apenas uma examinação da Bíblia, mas diversas, uma hora analizando-as podemos discordar da existência de Deus, mas outra, podemos aprofundar-nos mais ainda na palavra e redescobrir a existência do SENHOR

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não existe problema em examinar as Escrituras, pois como você mesmo citou, "são elas mesmas que testificam" sobre Jesus.

      "Lendo isso percebi que não devemos fazer apenas uma examinação da Bíblia, mas diversas, uma hora analizando-as podemos discordar da existência de Deus, mas outra, podemos aprofundar-nos mais ainda na palavra e redescobrir a existência do SENHOR."

      Concordo. Mas no final, tudo depende da sua motivação. Se você decide ser guiado pelo coração, fará essa descoberta mística, mas eu decidi guiar minha vida pela razão, então...

      Excluir
    2. Sua razão te diz que você veio de onde?

      Porque tanto a teoria do criacionismo quanto a do evolucionismo é preciso um pouco mais do que razão para acreditar que o mundo foi feito a partir de um Deus, ou a partir no NADA.

      Se não tem nem um pouco de "misticismo" em sua crença de como o mundo foi criado, conte isso pra ciência moderna, pois se existe razão em tudo. Porque as duas AINDA são teorias??

      Excluir
    3. Antes de lhe responder diretamente. Vai no google, baixa um dicionário chamado STRONG, ou VINE. Olhe o verbete "criar" em hebraico. O mesmo significa "criar do nada". Se o criar do nada da ciência é irracional, assim também o é de Gênesis 1:1.

      Excluir
  6. Ola amigo. Muito bom artigo. Quem dera eu tivesse todo esse conhecimento. Mas, deixando formalidades de lado, eu sempre quis fazer esse pergunta. Por favor, nao me entenda mal nem pense que agi com deboche, afinal somos apenas homens trocando informaçao. É uma pergunta e voce tem a resposta, afinal e mt inteligente. É uma pergunta retorica sim, longe do contrario. "O que se tem a perder quando se crê?". Acredito ser possivel se crer e racionalizar. Faço isso. Desculpe se dei a entender um crentice analfabeta e estupida. A verdade é que nao sou nada mesmo, e me valorizar é mentir.

    Um "crente loko" (como inteligentemente e respeitosamente às diferenças ja foi comentado).

    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá (nome?)! É um prazer tê-lo em meu blog. Gostaria de primeiro agradecer não apenas pela visita, mas também pelas palavras educadas. Não considero seu comentário deboche, pelo contrário, é muito sadia sua pergunta e tão importante que ela me inspirou a escrever um artigo para poder responder de formar apropriada sua pergunta.

      Com respeito às nomenclaturas pejorativas que eu coloco aqui vez por outra como "crente loko" etc, eu expliquei os motivos no artigo Respostas à Alguns Comentários.

      Prometo que meu próximo artigo será te respondendo. Vou meditar bastante na pergunta e ponderar bem uma resposta. Muito obg pela contribuição. Abraço!

      Excluir
  7. kkkkkkk. Como deve ser chato visitar um site, vomitar asneiras com ar de superioridade, ter seus argumentos refutados e depois se auto-desvalorizar para que os outros o considerem humilde... É um ego muito inflado mesmo!
    Leandro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leandro, será que esse último comentário foi do mesmo cara? Eu achei que era uma outra pessoa, devido ao comentário educado e humilde.

      Excluir
    2. Olá, Eduardo. Ao ver essa parte do testo dele: "Por favor, nao me entenda mal nem pense que agi com deboche, afinal somos apenas homens trocando informaçao. É uma pergunta e voce tem a resposta, afinal e mt inteligente. É uma pergunta retorica sim, longe do contrario." Entendi que a pergunta feita foi a do texto que você refutou. Bem, pra mim, é a mesma pessoa e não retiro o que eu disse, doravante, irei moderar meus comentários.
      Leandro

      Excluir
    3. Entendi Leandro. Realmente, eu não sei se foi, porque muita gente comenta aqui escondido pelo anonimato. Mas, independente disso, seu comentário foi apropriado, não vi problema nenhum nele, falastes apenas a verdade.

      Excluir
  8. Ok, então. Em tempo, onde tem "testo", leia-se texto. Perdão.

    ResponderExcluir
  9. Queria saber escrever desse jeito rsrs..Parabéns pelo artigo. Nos dá mais argumentos para nos destecermos das teias e prisões impostas de um livro julgado sagrado.
    A maioria das pessoas não entendem o que é ter questionamentos e pq buscar respostas para estes. Isso me deixa perplexa as vezes, outras, com inveja da ignorância. Enfim, textos como estes ajudam a esclarecer algumas das muitas duvidas e nos distancia de alguns medos q temos por duvidar(do óbvio).
    Precila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obg pela visita, pelas palavras que me encorajam, sem dúvidas alguma, e pela colaboração com seu comentário. Seja sempre muito bem-vinda!

      Excluir
  10. Olá Eduardo, boa pesquisa.

    Sobre a questão geométrica, para uma pessoa olhando para o céu, o céu parece circular, não importa se a superfície da terra é plana ou em forma de bola. Como sabemos, isto é devido à simetria do universo visível que nos rodeia em todos os 360 graus. Portanto, Isaías חוג הארץ não fornece nenhuma pista sobre sua compreensão da forma do planeta Terra.

    ResponderExcluir
  11. Texto legal, pegou varias fontes, provas, mas vc entra em controvérsia num pequeno, e nao pouco importante detalhe.
    Quando vc diz "Tradutores cristãos, com o objetivo de pregar a doutrina da teopneustia, vertem desonestamente a palavra para que pareça algo assombro, em consonância com fatos científicos modernos, servindo assim ao seu propósito de convencer as pessoas da veracidade bíblica." qual a diferença entre vc e eles, sendo que vc esta apontando todos os fatos para aquilo que vc cre? Tanto é sua falta de respeito que vc diz
    "Não haveria nenhuma pitada sequer de inspiração divina, como nunca houve." e se vc acha q isso prova alguma verdade biblica, ou qualquer teoria dos estudiosos hj em dia, digo pra vc, nao ache que todo o conhecimento e sabedoria vem de fora, muita coisa ta na tua alma, e se vc vier me dizer aqui agora, que esse papo de sentir é furado, entao deixe de viver, deixe de sonhar , deixe de amar. O conhecimento do ser humano fica minusculo, quando ele acha q só se adquire isso com o cerebro.
    As religioes de hj em dia, do jeito sujo e monstruoso que se portam, acabam gerando raiva e indignação em quem consegue entender o sistema por tras disso tudo, isso cria uma mascara em Deus, as pessoas enxergam a Deus como as religioes o demonstram, como elas sao, sujas, corruptas e radicais. Etendo o pq dos "ateus", se empenharem tanto e desmentir algo que pra els ja é mentira, pq a cara que a religiao da hj em dia é a cara da enganação.
    Mas, mesmo com todas suas teorias, estudos, fontes, vc nao pode me provar que Deus nao existe, pq eu sinto Ele ( e podem levar na maladade, pela falta de argumento), e compreendo totalmente vc nao acreditar em algo que vc nunca sentiu.
    No mais, posso desejar as mais positivas vibrações e energias pras nossas vidas, pq se eu disser que Deus nos abençoe, alguem pode se ofender.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeiramente, obg pela visita, embora talvez você nem volte para ver a resposta.

      O problema de muitos que entram aqui é que comentam mesmo sem conhecer o que eu objetivo nesse blog, dai, por falta de leitura, as pessoas ficam me acusando de ser um ateu recalcado que quer desconverter os outros... dai tenho que ficar repetindo centenas de vezes que não sou ateu e blábláblá... mas obviamente que você nem mesmo se deu o trabalho de pesquisar mais coisas do blog para, antes de mais nada, saber qual a visão do autor do blog que visita. Quando vc disse: "Mas, mesmo com todas suas teorias, estudos, fontes, vc nao pode me provar que Deus nao existe, pq eu sinto Ele ( e podem levar na maladade, pela falta de argumento), e compreendo totalmente vc nao acreditar em algo que vc nunca sentiu."

      Então, só nisso, já matei todo seu argumento, porque não estou pregando aqui nenhum ateísmo. Sobre a diferença entre os que querem convencer os outros da inspiração e eu, com meus estudos de que não há inspiração na Bíblia, te digo: "não há nenhuma diferença, pois o erro não está em convencer alguém de algo."

      Dormimos e acordamos convencendo as pessoas de algo. Até uma criança argumenta com os pais para ficar mais 10 minutos acordada assistindo TV. Argumentar e convencer outros faz da nossa natureza. A diferença é que mostro nos meus estudos os DOIS argumentos, os contra e os a favor, provando com inúmeras referências que a ideia pregada nas Igrejas não se baseia em evidência honesta.

      A prova da existência de seu Deus está no que você sente, ótimo, realmente, que seja feliz com seu Deus e seus sentimentos, assim como é justo para um ateu não crer por não sentir nada em relação a alguma divindade.

      Nada pode ser mais enganoso do que as coisas que sentimentos, nosso cérebro e nossas sensações são as mais enganosas possíveis. O medo que uma criança sente do escuro não é real, embora ela sinta, e "veja" perigos no escuro.

      Sua crença em Deus vem disso, de sensações, e também de uma necessidade psicológica, afinal, se amanhã fosse provado que Deus não existe, o que seria da sua vida? Você precisa disso para ser feliz e não te julgo por isso... sejamos todos felizes, na crença e na descrença, sejamos todos felizes.

      Excluir
    2. O interessante, Eduardo, é que ele reclamou, esperneou, chamou você de ateu(como se isso fosse algum demérito) sem mostrar provas dessa afirmação, não contra-argumentou e achou que dizer que sente Deus é uma resposta a uma coisa que ele mesmo criou, que é a de você tentar desconvertê-lo! "Pode isso, Arnaldo?!" :D
      Leandro

      Excluir
    3. rsrsrsrs.... verdade Leandro! "A falta foi clara!"

      Excluir
  12. Boa madrugada. Conheci o blog a poucos minutos, porque um amigo me enviou pelo whatsapp um debate sobre o porque do sofrimento dos animais. Li o debate inteiro, e um pouco de outros temas, até que li bastante coisa, mas pouco em relação ao que se tem. Ainda não captei. O que quer provar, que as religiões pregam mentiras, que Deus não existe ou ambas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que nenhuma religião possui a verdade absoluta, mas que todas elas, em especial o Cristianismo, estão alicerçadas no erro moral e filosófico.

      Excluir
  13. como costumo dizer: por mais que vc use de exegese e exegese, não deixa de ser apenas sua pessoal interpretação sem nenhum abalo a fé. Como dizem, a Bíblia não é um livro de ciência... Todavia, um ateu na faculdade me perguntou: Porque VC NÃO crer na evolução? Eu responde: Se vc crer na evolução, então, ela de fato, não é fato, porque necessita de CRER! evolução, Big Bang, bilhões de anos de universo, não passam de pressuposições e fantasia evolucionária sem nenhum base empiricamente observável, testável e sem necessidade de CRER.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha... nada poderia ser mais risível do sua observação. É como eu costumo dizer: por mais que você use de exegese e exegese, não deixa de ser apenas sua pessoal interpretação sem nenhuma prova empírica de que a Bíblia é inspirada por Deus. Interessante, "exegese" é exatamente o que TODO MUNDO FAZ, inclusive você, pois toda vez que você lê um simples texto, como João 3:16, você está automaticamente fazendo uma exegese. Diga-se de passagem que, como pode ser visto no meu estudo, essa é a minha opinião com base em dezenas de outros estudioso no assunto, não estou só nesse entendimento, cabia a você mostrar que eu estava errado, mas não o fez.

      Isso não abalou sua fé, justamente porque ela é exatamente isso, uma CRENDICE sem qualquer fundamento. Portanto, já que não existe fundamento, nem provas sobre ela, nada pode abala-la, caso contrário, você poderia contra-argumentar o que eu escrevi, mas.... não conseguiu :-)

      Um conselho: Pegue um dicionário da língua portuguesa e um léxico. Faça uma pesquisa sobre o verbo CRER e o substantivo CRENÇA. Seu argumento final foi o mais tolo que já ouvi por aqui. Dizer que, se precisamos "crer" em algo é porque não é provado. Juro que não acreditei quando ouvi isso!!!

      "Crer" não é um monopólio religioso. Eu acredito que você existe, então já que eu preciso CRER que você existe é porque não tenho provas disso? Crer é um processo cognitivo pertencente a todos os seres humanos e é diametralmente diferente de "ter fé" religiosa... o verbo grego usado no NT é pisteuō que significar "exercer fé" (Thayer). Eu creio que eu existo, que tenho um emprego, que tenho uma família e que o Japão existe, mesmo nunca tendo ido lá, já que eu preciso CRER então quer dizer que eu, minha família, meu emprego e o japão não são reais, não são observáveis?

      Seu argumento baseou-se numa simples falta de conhecimento do valor semântico-linguístico de um vocábulo da nossa língua... outro conselho: leia mais outros livros e deixe um pouco a Bíblia de lado, isso está causando problemas na sua interpretação de mundo.

      Eu sei, e todos verão aqui, que você provavelmente nem vai voltar para ver a resposta, mas enfim... obg pela visita e obg por comentar algo que só deixou claro a falta de conhecimento e a falácia dos argumentos cristãos.

      Excluir
  14. Meu caro,

    Texto verborrágico e prolixo para uma coisa tão simples.

    essa passagem de Isaías fala simplesmente de um Deus atento ao que ocorre no mundo, seria como se fosse uma visão da terra a partir do espaço, o profeta não queria dar aula de astronomia, mas nem por isso ele disse uma inverdade cientifica, pois a terra vista do espaço, a ilusão que temos é que é uma esfera perfeita, a linguagem figurativa é que Deus tá assentado sobre o círculo da terra (esfera).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok... qual sua formação do assunto? O que tem de indivíduos aqui usando palavras como as suas, "verborrágico", "prolixo", só para transmitir um pseudo intelectualismo não faltam. Não troco séculos de pesquisa acadêmica pelo que um completo desconhecido que provavelmente nem consegue ler os originais diz sobre isso.

      Você só afirmou... existe uma diferença entre afirmativa e argumentação. Você apenas afirmou como se você fosse uma autoridade... você diz que apelo para a autoridade, ao passo que você deseja apenas estabelecer a sua própria.

      Excluir
  15. Eduardo...ñ sei o q é + interessante: seus textos ou sua paciência em aguentar essa gente idiotada...rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obg pela visita e comentário Beethoven. É bem complicado mesmo. Fiz até dois artigos logo acima dessa caixa (às vezes aparecem embaixo) falando sobre os comentários deixados aqui... ofensas aqui vêm de monte, agora argumentos.

      Excluir
  16. Esqueci de dizer q seu trabalho é realmente fantástico...é tudo muito esclarecedor, imparcial e de uma inteligência e perspicácia louváveis...parabéns!!!

    ResponderExcluir
  17. da vontade de rir,tentou explicar tanto e hoje cai em contradição ,é so olhar as fotos da terra vista do espaço que se ve que ele é redonda,quanta ignorancia para provar nada!!!!kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Lindomar...

      É tão lindo ver um mar de argumentação, mas mais lindo ainda é ver-te se afogar na própria ignorância da não compreensão e da tremenda infâmia de responder com sarcasmo aquilo que não podes responder com seriedade. ^^

      Excluir
  18. Olá Eduardo, muito inteligente você! Quero te parabenizar pelo seu belo texto, apesar de não concordar que seja imparcial, na verdade é um texto rico em diversas opiniões, onde você traz a visão e interpretação de várias doutrinas e também estudos. No entanto você pelo menos nesse texto, não vi os outros, dá a conclusão ateísta que possui. O que pude observar além do seu vasto conhecimento em Hebraico é que eu não entendo, sabe não me leve a mal, vivemos em um país laico, logo você também tem a liberdade em acreditar ou não no que quiser, mas por exemplo eu não acredito em papai Noel e não fico estudando sobre ele e todos os mitos dele, eu só não entendo como os ateístas "perdem" pois é assim que vocês definem o que fazemos com o nosso tempo, nós Cristãos, como e porquê gastar tanto tempo em estudos inclusive de língua hebraica afim de desacreditar e testificar contra a nossa fé. Bem apesar de ser um belo texto volto a dizer, ele é tendenciosos, o que posso dizer?? Queria que muito mais cristãos estudassem tanto quanto você, assim como eu também já tenho me posicionado buscando da parte de Deus auxílio e entendimento, mas também precisamos estudar mesmo. O que posso te dizer a respeito de tudo: "Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.1 Coríntios 2:14" ************"Disse-lhe Jesus: Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram."João 20:29*** Que Deus em sua infinita misericórdia tenha um encontro contigo, assim como teve com Paulo que o perseguia. Bjnho fica na paz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá “eu” (ficou parecendo um monólogo filosófico ^^)

      Obrigado pela visita e pela participação no blog. Vi que é bastante religiosa, mas mesmo assim não me ofendeu em nada e por isso fico agradecido, já que a grande maioria possui a língua bem afiada.

      Sobre sua colocação: “mas por exemplo eu não acredito em papai Noel e não fico estudando sobre ele e todos os mitos dele, eu só não entendo como os ateístas "perdem" pois é assim que vocês definem o que fazemos com o nosso tempo...”

      Essa comparação é muito simplista. Por exemplo, quando aceitei o Cristianismo, fui levado por uma religião que valorizava muito o estudo bíblico, então eu precisei fazer cursos bíblicos, entender o que era aquilo e só depois me batizar. Nisso foram cerca de dois anos de estudos bíblicos, por fim me batizei. Agora que eu tinha conhecimento da religião e cria naquilo e sabia o benefício desse novo estilo de vida, o que eu deveria fazer? Falar a outros sobre minha mais nova encontrada fé.

      Foi nesse período que aprendi hebraico e grego o suficiente para ler a Bíblia nos originais, para pregar, etc. Todo o conhecimento que adquiri e que tenho hoje sobre o Cristianismo veio enquanto eu era cristão. Ao passo que continuei a estudar, comecei a fazer outras conexões que levaram à outras questões, das quais as respostas bíblicas eram filosoficamente insatisfatórias, contraditórias, ou mesmo prejudiciais. Decidi abandonar, depois de 12 anos, a fé cristã.

      Vi os problemas que as religiões institucionais causam. Se você vê um problema ocorrendo, pessoas se prejudicando, e toda sorte de desordens, seria um erro moral ficar calado, principalmente quando sabemos como alertar as pessoas dos motivos para tais problemas.

      Meu blog explica para as pessoas quais os motivos que me levaram a não crer. É um diário, onde coloco minhas conclusões. Além disso, mostro que a filosofia cristã, não em sua totalidade obviamente, é bem prejudicial, embora são fique tão visível a princípio.

      As pessoas não entendem porquê gasto tempo escrevendo sobre aquilo que não acredito, mas na verdade, eu estou escrevendo sobre algo que REALMENTE ACREDITO, pois eu realmente acredito que todas as doutrinas cristãs são proposições erradas, e quando vejo as pessoas brigando por religião, por interpretação bíblica e tantos outros problemas, como as Testemunhas de Jeová que deixam o filho morrer para não tomar sangue, tudo isso me dá ânimo para mostrar que essas pessoas estão perdendo literalmente seu tempo.

      Você comparou isso com a ideia de Papei Noel. Bom, folcloristas estudam e escrevem sobre o Noel e tantas outras lendas, vivem disso, embora não creiam nisso.
      Hoje religião é comércio, negócio. Uma pessoa que ataca religião é vista como um enorme problema. Não estou puxando ninguém pelo braço e dizendo “saia da sua religião”, “ei acorda, religião é coisa de gente burra”. Nada poderia estar mais longe da verdade. Apenas acho JUNTO as pessoas saberem os dois lados da moeda.

      Abraço e até uma próxima.

      OBS: Eu não sou ateu.

      Excluir
    2. É verdade, nós não aceitamos sangue, esta é a nossa posição sobre Atos 15:29. "Abster-se" para nós significa "não fazer qualquer uso".

      É claro que não queremos morrer, senão nem levaríamos um familiar para o hospital. Mas negamos as transfusões. Não há para nós outra interpretação deste mandamento.

      As pessoas acham um absurdo negar uma coisa simples como uma transfusão, acham que este ponto de vista não pode vir de Deus.

      Mas muitos fiéis do passado morreram ou foram perseguidos por coisas aparentemente pequenas como curvar-se diante de uma estátua (Sadraque, Mesaque e Abdnego), negar-se a parar de pregar (Pedro e outros) ou negar-se a parar de orar publicamente (Daniel). São exemplos que foram deixados para os cristãos seguirem.

      Já outros foram punidos por fazerem também coisas aparentemente simples: (Ananias e Safira, Acã, Onã e outros...). Esses relatos não ficaram registrados para a nossa instrução? (Romanos 15:4)

      Quando se tem uma fé forte em Jeová e se encara ele como alguém real fica mais fácil cumprir estes requisitos. Nós sabemos que Ele vai trazer seu Reino para a Terra (Mateus 6:9-13, Daniel 2:44) e reverter qualquer dor passageira que tenhamos hoje (Rev 21:3,4). Nós temos plena certeza que não estamos vivendo agora a 'verdadeira vida' e não medimos esforços para alcançá-la.

      Entendemos que as pessoas tenham suas opiniões negativas sobre nós. Mas mantemos nossa posição sobre esse e vários assuntos (por exemplo: negamos as doutrinas do inferno, trindade, imortalidade da alma) porque nosso objetivo não é agradar a maioria e sim servir à Deus (E é Ele que diz como isso deve ser feito, através da Bíblia).

      Não escolhemos que parte Bíblia queremos aceitar e qual não queremos. Para nós ou se obedece ou não se obedece.

      Mais informações:
      http://www.jw.org/pt/testemunhas-de-jeova/perguntas-frequentes/por-que-testemunhas-jeova-nao-transfusao-sangue/

      Excluir
  19. Creio em Deus-Pai, todo poderoso,
    criador do céu e da terra
    e em Jesus Cristo seu único filho, Nosso Senhor
    que foi concebido pelo poder do Espírito Santo
    nasceu da Virgem Maria
    Padeceu sob Poncio Pilatos
    Foi crucificado, morto e sepultado
    desceu a mansão dos mortos
    ressuscitou ao terceiro dia, subiu aos céus
    está sentado à direita de Deus Pai, todo poderoso,
    de onde há de vir a julgar os vivos e os mortos
    Creio no Espírito Santo,
    na Santa Igreja Católica
    na comunhão dos Santos
    Na remissão dos pecados
    na ressurreição da carne
    na vida eterna
    Amem.

    ResponderExcluir
  20. Bom não acredito que nós fomos criados para nada por nada só para nascer e morrer , não vou entrar na questão do texto porque eu não vou ficar entrando no seu blog para ficar discutindo pois não ira me ajudar em nada ..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não acredito nisso... não sou ateu.

      Excluir
    2. Anônimo, você partiu de um pressuposto não provado, logo, deixa quieto. O que você crê é apenas sua opinião e não fatos.

      Leandro

      Excluir
  21. O sensei o fato que no mundo que nós vivemos muitas coisas são só teorias vou dar um exemplo a evolução que a própria ciência já descartou !! outro o big bang onde diz que um átomo estourou ou expandiu no meu do nada que ele foi criado e ninguém sabe como por que não avia nada para mim muitas coisas que a ciência fala que é lógico para mim de fato e que nem um milagre a verdade que tudo que nós sabemos na ciência de fato é teoria é não fatos ! agora Eduardo não creio que algo nós fez para não sermos nada creio sim na bíblia que diz que nós nascemos para reinar sobre está terra e adorar seria uma consequência , bom mais e minha Fé contra a ciência que na verdade ambas são um milagre ! e o mesmo anonimo de 3 de novembro !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo,
      Tive dificuldade de entender suas palavras, pontuação é importante! Vou responder de acordo com o que entendi.
      Concordo, muitas coisas são teorias, na ciência e nas religiões.
      Veja a atual série Cosmos, com o Astrofísico Neil DeGrasse, com certeza verá que a evolução das espécies e a teoria do Big Bang não foram descartadas, foram atualizadas, o que é normal na ciência, que vai se descobrindo ao passar do tempo.
      Eu, particularmente, não acredito na teoria do Big Bang por completo e também tenho minhas desconfianças em partes da teoria das espécies.
      De resto, dizer que fomos criados por uma entidade inteligente, não só é teoria, como um ato de fé(e neste caso, não tenho nada a dizer, isso é pessoal seu)
      Leandro

      Excluir
  22. Gostei muito da discussão. Deve ter dado um trabalhão reunir todo esse material e confeccionar esse texto tão pontual e nutritivo do ponto de vista linguístico e filosófico. Meus parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deu trabalho sim e como deu! Muito obrigado pela visita e pela participação... volte sempre!

      Excluir
  23. http://logoshp.6te.net/bbtpla5.htm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Mas para a maioria das citações que nós vimos, não há nenhuma ambigüidade, somente má interpretação trocando poesia por literal pelos céticos." O velho argumento do poético vs literal.... toda vez que a Bíblia erra de forma clara então "gente é uma frase poética, não é literal". Os antigos diziam que a terra estava suspensa por cascos de tartarugas, mas tenho certeza que se seus livros religiosos tivessem sobrevivido, eles iriam dizer que as tartarugas era linguagem simbólica!

      Resumindo, o texto não respondeu nada do que falei aqui no meu artigo...

      Excluir
  24. Somos capazes de pensar, raciocinar, amar, odiar, sentir compaixão... Será que fomos programados? Será que somos resultado de projeto inteligente? Minhas células se reproduzem, logo eu não deveria envelhecer. A ciência não explica por as células simplesmente param de se multiplicar. Meu cérebro tem capacidade de armazenar informações por milhares de anos, talvez uma eternidade no sentido pleno da palavra. ainda assim tenho "sorte" se conseguir viver apenas 100 anos. Vivo num planeta que pode me fornecer tudo que preciso e até o que não preciso. Quais as respostas que me fornecem? dizem: tudo começou com uma explosão, foram extra terrestres, foi evolução..Seleção natural! Na verdade tudo é teoria. prefiro acreditar na teoria que me parece mais razoável. A saber: No princípio, Deus criou os céus e a terra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkk... ok Fernando, acredite no que quiser acreditar, onde você viu eu pedindo para vc abandonar sua crença? Além disso, o que tem a ver este artigo sobre o texto de Isaías com o que você escreveu? Não escrevi nada aqui negando a existência de Deus, mas sempre que vocês não têm argumentos, vocês fogem para a ideia de me ver como ateu... engraçado se não fosse tão trágico.

      Excluir
    2. Oi, Fernando.
      Não entendi, você respondeu o quê?
      E quanto ao texto?

      Leandro Paz

      Excluir
  25. “A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.” (Albert Einstein)

    “Preciso abrir mão do que sou para me tornar o que serei.” (Albert Einstein)

    E como todos sabem, Einstein sabia da existência de DEUS e a defendia; era um crente convicto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeiro, obrigado pela visita. Segundo, este blog não é de ateus. Terceiro, Einstein não era "crente" como se parecesse ser da Assembleia de Deus. Quarto, seu comentário nada tem a ver com o tema da postagem. Quinto, volte sempre, principalmente quando entender a proposta do blog e com argumentos caso discorde de algo.

      Excluir
  26. Olá, Leandro Urso, tudo bem?
    Então, segue uma matéria sobre Einstein:http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2012/10/carta-de-deus-escrita-por-albert-einstein-e-vendida-por-us-3-milhoes.html
    Apesar de que se Einstein era Deista e antes de morrer virou ateu, não significa muita coisa, ele era tão humano quanto qualquer um de nós, cheio de erros e qualidades!

    Abraço.

    Leandro Paz

    ResponderExcluir
  27. Olá Leandro.
    Interessantíssimo sua história de vida. Sou um cristão reformado e gosto muito de estudar o campo da apologética cristã (certamente sabe o que é isso). Surpreendi-me com o fato de você ter sido um cristão bastante conhecedor. O que mudou? Por qual motivo deixou o cristianismo? Se não és ateu, qual fé professa? Qual o seu pensamento quanto à cosmovisão teológica cristã? Tens religião ou algo do tipo?
    Bom, fica aí minha curiosidade... por um momento te vi mais como alguém que se frustrou e se decepcionou com o cristianismo atual do que outra coisa. Pensei que por isso largou a fé cristã. Talvez seja só impressão minha. Mas fica aí o pedido pra que você partilhe de sua história.
    Abraço!
    E não me leve a mal, mas, Deus o abençoe :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Mateus Souza.
      Por sua mensagem, acredito que você pense que sou o dono deste blog, infelizmente não tenho nem um terço do conhecimento do Eduardo G. Junior(proprietário deste e do site Eduardo Galvão). Logo, penso que não caberia a mim responder seus questionamentos.
      Grande abraço.
      Paz profunda.
      P.S.: Algumas de suas perguntas o Eduardo já respondeu nos comentários deste site, aproveite para pesquisar e possivelmente as encontrará!!!
      Leandro Paz

      Excluir

Antes de comentar, queira ler os artigos Critérios para se Aprovar Comentários e Respostas à Alguns Comentários. Obrigado pela visita e pela participação!

Comentarios Recentes

Compartilhe este Artigo

Delicious Digg Facebook Favorites More Stumbleupon Twitter

Search Our Site