quinta-feira, 24 de maio de 2012

FÉ, PERDER, AJUDA
Recebi algumas perguntas desse tipo: O que fazer agora que eu perdi a fé? Bom, não existe uma resposta muito fácil para isso. A verdade é que as pessoas ficaram acostumadas e psicologicamente dependentes da fé cristã, como se fosse impossível manter uma espiritualidade sem, ao mesmo tempo, crer em dogmas.

A fé, em si, é uma coisa muito boa, muito útil para nossas vidas, porque a palavra “fé” carrega o sentido de confiança, de positividade, de esperança e todos esses sentimentos são muito úteis para nossas vidas. Acho que o grande problema está na fé religiosa, nos dogmas, nas doutrinas e principalmente no fundamentalismo e fanatismo.

Algumas pessoas que leem minhas postagens acham que sou ateu e se surpreendem quando digo que não sou ateu. A verdade é que ainda tenho problema para definir meu estado mental com relação a isso. Mas hoje, até onde minha cabeçinha me permite pensar, eu não consigo enxergar lógica no Universo sem um Deus. Sou daquela opinião de que, se Deus não existisse, haveria a necessidade de criá-lO.

No entanto, ainda tenho meus dilemas. Têm dias em que acordo agnóstico e, às vezes, ao ver alguém sofrendo, eu subitamente me torno ateu, mas em alguns segundos volto a ser deísta de novo. Parece que crer em Deus é natural à mente humana, mesmo que você não seja uma pessoa religiosa, afinal, como sempre digo, se um dia Deus descesse dos Céus, o último canto que Ele pisaria seria numa Igreja.

Acho que, por falar um pouco sobre mim, posso ajudar alguns que estejam enfrentando esse problema.

Eu sempre fui muito fundamentalista, muito radical, algo bastante comum para uma Testemunha de Jeová. Como sempre gostei de pesquisar, terminei por ter contato com a crítica bíblica, especialmente Bart D. Ehrman. Lutei muito contra os argumentos contra o Cristianismo e a Bíblia, mas parece que tudo realmente tem seu tempo certo, pois outros fatores externos às questões intelectuais me fizeram ver que o Cristianismo é apenas, e nada mais que, uma religião humana, tanto quanto as demais que eu tanto militava.

Quando a ficha caiu, eu realmente pirei o cabeção, como dizem, e o mesmo aconteceu com todos os meus amigos que também eram TJs e saíram junto comigo. Pensávamos: E agora, o que é verdade? Deus existe mesmo? O que acontece na morte? Qual o objetivo na vida? Você um dia tinha resposta para tudo e agora não sabe mais de nada!

Mas acredite, isso é apenas uma fase. É como se você começasse a passar por um período de desintoxicação mental. Ao invés de ficar triste por não mais saber de “todos os segredos do universo”, a vida ficou mais interessante por estar tentando descobrir junto com a humanidade; agora não estou mais à frente das pessoas, como cria no tempo de cristão, agora estou junto, buscando respostas e mesmo que eu não encontre em vida A resposta, pelo menos uma eu vou encontrar, uma que me faça pelo menos ficar em paz. Mas, na verdade, mesmo que eu não encontre nenhuma resposta, e daí? Não são as respostas que movem o mundo e sim as perguntas! Hoje a vida é mil vezes mais colorida e interessante para mim.

Se tenho objetivos na vida? Com certeza! E acredite, agora tenho muito mais do que antes! Veja quanta pesquisa temos para fazer para entender o universo, a manifestação religiosa, a origem da vida na Terra. Quantos estudos e pesquisas para eliminar as doenças e melhorar a qualidade de vida das pessoas. A verdade é que, agora, mais do que nunca, inúmeros objetivos se colocam em minha frente!

Não sou mais um sujeito que se ajoelha pra orar antes de ir dormir, nem de agradecer antes das refeições, como fiz por tantos e tantos anos, mas meu coração ainda borbulha de gratidão por cada dia vivo e cada vez que me sento à mesa para comer. Antes, nada do mundo me interessava, coisas que chamamos de mundanas, como ir à um show de uma banda que você gosta, assistir um filme que todos comentam. No entanto, depois que você quebra as correntes da religião opressiva, você observa quanta coisa bela a humanidade produziu e produz, e como dizia Nietzsche:


As regras que me guiam hoje são:

  • Regra N#1: Não fazer nada que me cause dano. 
  • Regra N#2: Não fazer nada que causa dano ao meu próximo. 
  • Regra N#3: Buscar usufruir cada segundo da vida que Deus me permite ter. 
Eu realmente nasci de novo e espero que você faça o mesmo, caro leitor(a), que esteja ainda na transição, nesse processo que, obviamente, varia de pessoa para pessoa.

A imagem que tenho hoje de Deus não é mais um policial que está ali só esperando eu dar o primeiro passo em falso para me punir, mas uma pessoa que, quando me vê feliz, também “pula de alegria”, pois a vida foi o melhor presente que Ele poderia me dar e O mesmo me contempla fazendo bom uso naquilo que é tão precioso, o prazer da existência consciente.

Usufrua sua vida, as coisas da vida, as pessoas em sua vida. Enquanto muitos piram, pensando em conceitos religiosos, em dogmas, a vida simplesmente passa e as pessoas esquecem de usufruir aquilo que temos de maior valor, a nossa existência. Na maioria das vezes, nossos maiores arrependimentos não são do que fizemos e sim do que deixamos de fazer.

Espero, sinceramente, que essas palavras, de alguma forma, os ajudem nessa empreitada!

Att,

Eduardo Junior, (O Editor)

49 comentários:

  1. Bem, o que se pode afinal dizer ante a tal testemunho? Meu caro, parabéns! Certamente o depoimento auxiliará a muitos. Não é todo dia que alguém possuído por tamanha dose de sobriedade toca em questões tão caras. Coincidentemente já me peguei refletindo sobre se o deísmo não seria uma alternativa, no mínimo, adequada, à questão; até porque mesmo as melhores respostas teístas não resistem a um exame sério... Ah, congratulações também pelo blog, está excelente; trouxe-me informações valiosíssimas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obg pelas palavras, me ajudam a continuar nesse projeto!

      Excluir
  2. Parabéns por essa postagem, conheço de perto o que é perder a fé religiosa, passei por uma fase terrível e uma crise de identificação, e como você disse renascimento para a vida. Mas ainda tenho um fé diferente, por assim dizer, visto que após deixar meus dogmas religiosos me apeguei a família, aos amigos próximos e tenho conquistado novos, me preocupo com a minha saúde e educação mais que antes. Encontrei verdadeiro significado em viver a vida que tenho agora, visto que não sabemos se há uma depois de morrer (Espero que tenha e que seja muito boa), claro que sem causar mau a mim e aos outros, antes ajudando meu próximo como posso. Se há um caminho para um céu, um paraíso, ou outro lugar depois desta vida, será fazendo o bem e vivendo esta única vida que temos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você querido! E parabéns pela forma que lidou com isso pois realmente não é fácil.

      Excluir
  3. Gostei muito do seu blog, fui TJ por 21 anos dos quais ancião por 17 anos, hoje estou liberto como vc, sinto felicidade em ler um blog bem feito, desmitificando a religião cristã , continue amigo um abraço !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obg querido, obg mesmo pelas palavras!

      Excluir
  4. Parabéns!!!
    Gostei muito do seu blog.

    ResponderExcluir
  5. Edu, não faz sentido dizer que acredita em um Deus criador quando apenas podemos conhecê-lo e percebê-lo através das escrituras do Antigo e Novo Testamento. Existe outras literáturas que descrevam a mesma coisa, a de um Deus amoroso e criador de tudo? Se não, estamos sujeitos e fadados a acreditar no Deus das Escrituras.

    Atenciosamente, Maxwell

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é uma conclusão muito precipitada. Se não existe nenhum outro livro que nos ensine sobre Deus, então estamos destinados a confiar apenas na Bíblia?

      Primeiro, cada pessoa tem uma necessidade diferente, e dizer que todos nós temos necessidade de conhecer mais sobre Deus não condiz com a realidade. Milhões de pessoas levam suas vidas muito bem sem ter qualquer conhecimento ou até mesmo crença sobre o divino.

      Algumas pessoas, por falta de conhecimento, maturidade ou qualquer outra coisa, necessitam desesperadamente se relacionar com entidades espirituais. Eu não tenho essa necessidade, bem como milhares de outras pessoas ao redor do mundo.

      Mas, como sou deítas, creio que podemos saber um pouco sobre o divino por meio do senso comum, ou teologia racional. Não sei se você já estudou outras religiões, mas creio que todas elas nos ensinam alguma coisa importante sobre o Divino e nossa espiritualidade.

      Até mesmo os livros apócrifos nos ensinam coisas úteis. Veja esse artigo que eu escrevi quando era cristão: Deus Criou a Morte?

      Lembre-se que sua necessidade não é igual a das 8 bilhões de pessoas ao redor do mundo. A maioria delas dão pouca ou nenhuma importância sobre isso.

      Excluir
    2. Se Yhwh é o criador de tudo...como pode a morte ter outro criador?

      Excluir
  6. "E agora, o que é verdade? Deus existe mesmo? O que acontece na morte? Qual o objetivo na vida? Você um dia tinha resposta para tudo e agora não sabe mais de nada!"

    Estou passando exatamente por essa fase! Estas tem sido minhas perguntas.

    Converti ao protestantismo (conhecido como evangélico) e dediquei 4 anos inteiros da minha vida ao que aprendi. A verdade absoluta! Preguei e fiz discípulos. Mas hoje já não consigo mais fazer isso.

    Já não creio nesta verdade absoluta que uns dizem possuir em detrimento do conhecimento dos demais. Estou falando de religião. Uma sempre é verdadeira enquanto a outras são falsas doutrinas. Sempre foi e sempre será assim. Mas quem disse qual é a verdade? Quem definiu ela com certa? Deus ou o homem?! Complicado.

    Eu ainda CREIO em Deus, mas não completamente como a igreja diz, mas não tão distante do que sempre imaginei que Ele fosse. Um criador, um mantenedor do universo todo, e um participador conosco em tudo, basicamente mas não preso só a isso.

    O que não consigo entender mais é esta VERDADE ABSOLUTA que uma religião possui e a outra não. Isso não cabe mais em mim. Somos um país historicamente cristão, mas e se fossemos asiáticos, orientais, africanos ou do oriente-médio? Não seria mais fácil acreditar em Buda, Maomé, krishna, Vishnu, Alá, etc. Entende! Porque estamos certos e eles errados? Afinal não somos todos humanos e essencialmente iguais em tudo.

    Preciso entender .... alguém pode me ajudar?!

    Creio no bem, na integridade, na honestidade, na moral, mas perdi a fé na humanidade.

    https://www.facebook.com/PauloCesarCorsetti

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Paulo, vocë está no caminho certo. Não se desespere. Como expliquei no artigo, isso tudo é uma fase. O fato de eu, você e muitos outros estarem entendendo e abandonando o sistema religioso e buscando formas de fé em Deus sem instituição prova que o ser humano ainda tem solução.

      Tenha paciëncia consigo mesmo, aproveite a vida, seus amigos, família e faça sua vida valer a pena. Vocë não está sozinho nessa luta.

      Excluir
  7. Eu estou neste processo. Porém, não era Cristão. Era espírita e estou me sentindo muito perdido com a perda de referência, isso tem afetado meu sono, meu humor e minha visão de mundo.

    Senti-me muito feliz em ler e refletir sobre o que você escreveu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amado,

      Obrigado pela visita. Entendo o que você está passando no mais pleno sentido. Fui de uma religião que você dorme e acorda voltado para isso e passei 12 anos nessa Matrix espiritual. Sei exatamente o que estás passando... pode acreditar, isso é passageiro.

      Torço por você, que redescubrar o valor e o significado de viver essa vida que, apesar dos problemas, é bela e única. Se precisar conversar mais sobre algo, esse é meu email: edu-jr2011@hotmail.com

      Abraço!

      Excluir
  8. Você diz: “Se tu postar eu vou apagar”. Mas antes dá uma lida!

    Regra N#3: Buscar usufruir cada segundo da vida que Deus[1] me permite ter.
    “... Têm dias em que acordo agnóstico e, às vezes... me torno ateu, mas em alguns segundos volto a ser deísta[1] de novo...”

    1° Não entendi! [1]Que Deus é esse, sem nome? Que fé é essa, sem doutrina?

    2° Perdoa-me pela analogia, mas pra mim parece que você “tá mais perdido que sego em tiroteio”, e nessa situação não vejo como não te comparar a “um cego que quer guiar outros segos”! Na minha “pequeneza”, eu ainda acho pior outros cegos te parabenizarem pela postagem.

    Perdoa-me, novamente, pelo abuso; mas como você sabe para onde ir sem saber donde veio[1]?
    Como formar um edifício forte e grande sem base?
    Se me permitir maior abuso ainda, te pergunto: Em que você crê?

    Clóvis, Cariacica, ES.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aos 30 anos de idade consegui viver sem nem saber de sua existência Clóvis, nem ser influciado por sua opinião ao meu respeito, creio eu que o mesmo acontecerá daqui a 30 anos a mais.

      Eu sou cego e as outras pessoas que postam aqui me parabenizando também são cegas, somente VOCÊ, o iluminado Clóvis é que exerga.

      O pior cego não é o que não quer ver e sim o que pensa enxergar, é esse seu caso, Clóvis. Você acha que sou cego e estou perdido como um cego em um tiroteio, graças a Deus essa é a opinião de uma pessoa que não tem A MENOR importância na minha vida!

      Você acha que sou cego, e eu acho que você é o cego, portanto, sejamos felizes em nossas cegueiras e que Deus tenha piedade de todos nós!

      NÃO POSTE NADA AQUI, VOU DELETER SEM NEM AO MENOS LER.

      Excluir
    2. Ótimo comentário! Não tenho nada a ver com a vida de ninguém, mas acho esse tipo de filosofia de vida uma baita ilusão, um anestésico, meio que fingido, onde a pessoa aproveita pra fazer tudo o que quer, porque não consegue levar uma vida que seja regida pelo criador. Penso eu que seria melhor ser ateu de uma vez. É muito óbvio que pra seguir o que está na bíblia, antes de qualquer coisa é necessário humildade e reconhecimento de que você não é nada sem Deus. Nem todo mundo está disposto a isso. Tem que se humilhar, e o mundo hoje prega justamente o contrário disso. "Faz o que tu queres", desde que não machuque o próximo tudo é licíto pra ser feliz.

      Essa é apenas minha opnião pessoal, não sou o dono da verdade.

      Bom dia.

      Excluir
    3. "É muito óbvio que pra seguir o que está na bíblia, antes de qualquer coisa é necessário humildade"

      R.: Ainda bem que você disse que era apenas sua humilde opinião, porque infelizmente você está equivocado(a), como você nunca foi agnóstico, nem ateu, não sabe o que se passa na cabeça deles para dizer isso. No entanto, quase todos os ateus e agnósticos já foram crentes e eles sabem muito bem o que se passa na cabeça deles.

      Pra crer na Bíblia não se precisa de humildade, afinal, quantas pessoas na igreja são cheias de arrogância? Ou vai me dizer que todo crente na Bíblia é humilde? Para se crer na Bíblia é preciso ingenuidade psicológica aliado a ignorância histórica, literária e linguística, dentre outras coisas.

      ""Faz o que tu queres""

      R.: Aquela falsa ideia de que ateu é um bicho regido pelas paixões e sem guia moral. Ateus e agnósticos sentem uma vontade enorme de dar uma bifa na cara de pastores safados que usam a ignorância do povo para ficar milionário e não o fazem... então não fazemos sempre o que queremos.

      Obg pela sua opinião e pela sua visita.

      Excluir
  9. O “não-cego”, Eduardo G. Júnior, com grande “maturidade”, disse em seu evangelho 1.1 “... Têm dias em que acordo agnóstico e, às vezes... me torno ateu, mas em alguns segundos volto a ser deísta de novo...”
    Sinceramente, depois que li essas palavras “abri os meus olhos”, parei de acreditar na “Fábula”, e passei a aconselhar as pessoas: Sigai-no, vós que estais com dúvidas, já que essas palavras trazem tanto “clareza, certeza e direção”!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, tenho raiva quando as pessoas substimam minha capacidade. Você acha, CLÓVIS de Cariacica ES, que não colocando mais seu nome iria conseguir me enganar, para que eu possa aprovar seus comentários? Cara, quando você está indo, eu já estou voltando, o mal do esperto é achar que todo mundo é estúpido.

      Onde você aprendeu a enganar? Onde você aprendeu esse sarcasmo? Onde você aprendeu a ser covarde e não se identificar? Ah, eu sei, na Igreja, na mesma igreja que você aprendeu a ser irritante, irracional, preconceituoso, e a ter sentimentos de assassinato por aprovar as fábulas do A.T.

      Cara, tenho muita pena de você, pena mesmo. Em pleno Natal, data que você deveria comemorar, data em que um deus-menino nasceu, onde uma estrela ficou estatalada no céu para anunciar seu nascimento, e você aqui, visitando meu blog, todo nervoso porque não consegue vencer meus argumentos.

      Não tenho vergonha de dizer que ainda tenho certos conflitos sobre a existência de Deus. Sou um ser humano normal, com respostas, mas com mil vezes mais perguntas do que respostas. Já ouviu falar de Sócrates e o o oráculo de Delfos? Provavelmente não, nem vou então puxar esse tipo de assunto contigo, só entendes de Bíblia e, pelo que tenho visto, nem disso entendes bem!

      Sou bem diferente de você, que acha que tem todas as respostas do mundo, mas mal consegue responder a indagações de um simples cítico do Cristianismo.

      Não sei por quais motivos as pessoas escolheram o nome de um animal de carga para dizer que alguém não consegue entender alguma coisa, pois para mim, "burro" deveria ser "humano", pois é o animal mais estúpido que existe, pois se o burro faz burrada assim o faz por não ter inteligência, já o homem faz burrice mesmo sendo inteligente.

      Não sei onde em meu discurso eu pedi alguém para me seguir. A coisa que eu mais detesto é essa ideia de religiosidade, acreditar em algo só porque outra pessoa acredita, ou, no meu caso, desacreditar só porque outra pessoa desacredita.

      Cara, nunca achei que meus argumentos fossem tirar a paz de uma pessoa como tirou a sua, acho que, hoje em dia, você vive em função do meu blog. Creio eu que, lá no fundo, você reconhece a veracidade desses questionamentos e esse mesmo reconhecimento é que tem lhe encomodado, tirado sua faz, lhe enlouquecido e feito perder tanto tempo comentando em meu blog.

      Lembre-se de uma coisa, não é porque você passou a vida toda engando e sendo enganado nas Igrejas que você conseguirá fazer o mesmo comigo. Só aprovei esse seu comentário porque achei a coisa mais ridícula do mundo você tentar me enganar rsrsrs, cara você se supera a cada dia!!!

      Excluir
  10. E aí Eduardo , tranquilo, já havia lido este artigo e hoje o lendo de novo , olhei com outros olhos , pois até pouco tempo ainda cria que podiamos chegar mais perto Deus através da religião.
    Mas me diga , quando houve essas palavras abaixo crê que todos podemos ser o templo ou a residencia Deus e não os templos de pedra ? :

    - Em resposta, Jesus disse-lhe: “Se alguém me amar, observará a minha palavra, e meu Pai o amará, e nós iremos a ele e faremos a nossa residência com ele. Quem não me ama, não observa as minhas palavras; e a palavra que estais ouvindo não é minha, mas pertence ao Pai que me enviou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não entendi sua pergunta, poderia reformula-la?

      Excluir
  11. Adorei o texto,fui cristã por mais de 10 anos,e hoje não tenho mais fé,não acredito mais na bíblia,nem nas mentiras distorcidas que me falavam na igreja,hoje tenho mais amor a vida,porque antes achava que morrendo eu teria uma vida eterna,hoje não me acho mais a dona da verdade nem melhor que ninguém por ser filha de deus,e não criatura como acredita,hoje me sinto igual a todo mundo,com defeitos e qualidades,hoje acho que sou uma pessoa melhor;mas ainda oro antes das refeições as vezes rsrsrs sei -la acho que me acostumei com certas coisas...Adorei o texto,adorei o blog,obrigada e parabéns!!

    ResponderExcluir
  12. este blog terá um peso no seu karma...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Karma moça tenha karma! rsrsrs... Não precisa ficar tão irritada não... eu sei que é horrível ver sua religião ser duramente criticada e não ter resposta.

      Excluir
  13. Eu estou passando isso, sou Pastor e comecei a descobria a verdade igual a vc. Mais me sinto feliz com isso por ter descobrido a verdade.
    Gostei muito do seu blog.O Eterno te abençoa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza amado... não há motivos para ficarmos tristes, ao contrário, isso é motivo de regozijo.

      Abraço amado.

      Excluir
  14. Lendo os comentários vi que na verdade o problema da maioria está em ser ou ter sido religioso, por isso a maioria das pessoas cometem todo o tipo de atrocidade em nome de Deus. Eu nunca fui religiosa, Graças a Deus, mas, aprendi a discernir a sabedoria espiritual contida na vida, nas diversas escrituras religiosas e também na Bíblia, nunca a interpretei de forma literal, por isso, não tive e não tenho preconceitos perante ela, pelo contrário, vejo uma riqueza enorme por trás de cada versículo que me faz questionar e buscar outras fontes, querer saber sobre a cultura e o contexto histórico, pena que poucos conseguem ter essa imparcialidade. A maioria de vocês não entendeu quando Jesus disse que falava de coisas que não eram desse mundo e preferiram crer cegamente nas suas instituições que erradamente vocês chamam de cristãs como o Catolicismo, o Protestantismo, as Testemunhas de Jeová e tantas outras, ao invés de vocês procurarem a verdade que está acima da religião seja ela qual for, vocês apenas aceitaram aquilo que lhe falaram e ai se decepcionaram, obviamente. Eu não tenho problema nenhum em estudar o espiritismo, o islamismo, o budismo, o cristianismo, o catolicismo, o protestantismo, porque eu estou estudando não estou me afiliando e nem militando nem a favor e nem contra, eu erro, acerto, aprendo e tiro o proveito ou não de qualquer coisa que eu me prontifique a "estudar" e não a pré-julgar, sou imparcial nisso. Essa é a verdade que liberta o ser livre para pensar e estudar sobre qualquer coisa sem ter a necessidade de se amarrar a nada. Espero que vejam que o erro não está nas religiões e sim na forma com que as pessoas se relacionam com elas, fundamentalismo, fanatismo, são característica recorrentes em qualquer tipo de pensamento seja deísta, ateísta, agnóstico não é um mal de exclusividade dos religiosos e sim das pessoas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nunca fui religiosa, Graças a Deus, esta não percebi

      Excluir
  15. Amigo Eduardo

    Gostei muito de ler este seu post. Eu luto pela fé, porque já senti a força da mesma, na minha vida, mas procuro uma espiritualidade sem religião. Sem fé a vida não tem interesse para mim, pois perde o significado. A minha fé, embora em crise, neste momento da minha vida, assenta essencialmente na crença de cada um de nós é uma alma imortal, provisoriamente associado a um corpo de carne. Não posso crer que um Criador que me fez consciente de mim mesmo, me fez simultaneamente mortal. Se Ele necessitava do meu corpo, como máquina de carne para transformar materialmente o universo, o meu corpo, podia fazê-la inconsciente de si mesma e da respectiva mortalidade.

    Vitor Santos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vitor Santos, muito obg pelas palavras e pela visita. Concordo plenamente com suas palavras. Atualmente estou engajado em uma pesquisa que está em consonância com a visão antropológica mencionada em seu comentário.

      Abç e seja sempre bem-vindo!

      Excluir
  16. Bart D. Ehrman não é a principal autoridade em grego e Novo Testamento da atualidade. Antes dele, Kennedy S. Wuest – autor de Jóias do Novo Testamento Grego – é tido entre os especialistas como uma das “maiores autoridades na área”. Não encontramos nenhuma evidência em sua obra que conteste ou mesmo deixe transparecer qualquer dúvida com relação ao texto sagrado. Certamente ele não seria tolo ou mesmo conivente para esconder algo que seria interesse do povo de Deus. E ele não esta só. A maioria das autoridades na área não são tão radicais ao extremo como Bart – Bart é à exceção das exceções. Sinceramente não consigo entender como alguém que se diz ser a “maior autoridade em Bíblia do mundo”, dizer algo tão paranóico como o que se segue.

    “De vez em quando, vejo um adesivo no qual se pode ler: Deus disse, eu acredito e esta resolvido. Meu comentário sempre é: e se Deus não tivesse dito? E se o livro que você toma por transmissor das palavras de Deus contiver só palavras humanas? E se a Bíblia não der uma resposta a toda prova para as questões dos tempos modernos – aborto, direito das mulheres, direito dos homossexuais, supremacia religiosa, democracia ocidental, e assim por diante? E se nós mesmos tivermos que descobrir como viver e como acreditar por nós mesmos, sem olhar para a Bíblia como um falso ídolo, ou um oráculo que nos dá uma linha de comunicação com o Todo-Poderoso? Há razões muito claras para pensar que, de fato, a Bíblia não é o tipo de guia infalível para nossas vidas: entre outras coisas, como venho adiantando, em muitos lugares, nós (como especialistas ou como leitores comuns) nem mesmo conhecemos o que as palavras originais da Bíblia realmente diziam”. [5]

    A partir de quais evidências Bart pode afirmar, já que, segundo ele mesmo, as cópias originais do Novo Testamento não existem mais, que a Bíblia seria um livro de origem puramente humana? Logo, nem mesmo ele poderia fazer tal afirmação. Não é porque existem pequenos erros de tradução nas Escrituras, que a Bíblia deixou de ser inspirada. A Bíblia, ao contrário do que Bart possa afirmar, possui respostas para os mais variados assuntos e dilemas do homem moderno.
    Referências:
    EHRMAN, B.D. O que Jesus disse? O que Jesus não disse? Rio de Janeiro – RJ: Escala págs. 220,221.
    5. Ibidem, págs. 23,24.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeiro, seja muito bem-vindo ao blog. Apesar de citar Ehrman em algumas pesquisas, não sou nenhum seguidor dele, nem acho que seus escritos são infalíveis, posto visto que tenho até escrito artigos criticando sua abordagem de alguns assuntos. Para mim, Ehrman é uma entre muitas vozes a serem ouvidas.

      A Bíblia fala mesmo de praticamente todos os assuntos para a vida moderna, seja por meio de leis ou princípios guiadores, e ela possui MUITA coisa valiosa, muita sabedoria sobre muitos assuntos. Não obstante, concordo com Ehrman de que a Bíblia é uma coleção de escritos meramente humanos, boa parte literatura sapiencial, editado e reeditado durante inúmeros séculos, ganhando a forma se que tem hoje. Os motivos pelos quais assim acredito estão espalhados por mais de 100 artigos que aqui publiquei.

      Achei seu comentário muito bem vindo, pois palavras assim são por demais esclarecedoras. Apenas acho que o comentário não foi feito no artigo correto. Esse texto acima fala sobre algo muito pessoal, a perda da fé e não sobre manuscritologia.

      Estou escrevendo um artigo sobre essa questão de "originais". Continue lendo o blog e poderemos conversar mais sobre o assunto.

      Abraço!

      Excluir
  17. Estou passando por uma fase muito parecida pela qual vc passou, e realmente eh dificil conviver com tantas duvidas e questionamentos sobre a existencia de Deus, quero muito crer nisto mas ha momentos em que a razao me cega e sinto q a fe em Deus esta meramente ligada ao nosso estado de esprito momentaneo, se estamos bem ha um Deus maravilhoso proporcionando tal felicidade e a fe aumenta, mas se estamos passando por situacoes desagradaveis e dificeis, entao neste momento a fe vai diminuindo e nao conseguimos enxergar aquele Deus maravilhoso que que tinhamos ate entao em mente... eh uma mistura de medo e desilusao com a vida... e ai vem algumas duvidas, em quem ou em que devo me apoiar ou buscar forcas??? O que vc me diria Eduardo G. Junior??? Abraco!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá (nome????), obg pela visita e pela participação.

      Olha, em quê, ou quem, você deve buscar forças, isso fica difícil para eu te dizer, pois é muito subjetivo. Alguns buscam em amigos, família e em si mesmo, no caso das pessoas sem crenças religiosas, que é meu caso. Mas isso, claro, vai variar de pessoa para pessoa. Busque se conhecer melhor, acreditar um pouco em si... veja o exemplo dessas pessoas que eram moradoras de rua e com a ajuda de um, ou outro, até mesmo de um livro que achou no lixo, hoje se tornou um cidadão de bem, formado, etc.

      Acho que, olhando bem ao redor, só você mesmo(a) poderá dizer, pois só você conhecer "aonde o sapato aperta".

      Excluir
  18. Obrigada por ler e responder minha mensagem!!!

    Sua sugestao cai bem no momento!!!

    Um grande abraco!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De nada querida, eu que agradeço pela participação e pela visita! Sucesso!!!

      Excluir
  19. Eu vivi um bom tempo acreditando em Deus Satan Céu infer(uns 13 ou 14 anos)ate que eu parei pra pensar e me perguntei pq eu acreditava nessas coisas,nada convicente ou logico me veio a cabeça e hoje to nessa fase bem maldita,então cecei a olhar direito pra td q minha familia ( q é crista) ensinou, sobre esse Deus,hj em dia minha fé nesse ser ou qqr coisa parecida e nula mas ainda tenho minhas duvidas,e particularmente seu blog me ajudou a reaponder algumas,entao vle msm mano (desculpe por erros de escrita digitei isso pelo celular e talz kkkk)

    ResponderExcluir
  20. Parabéns pelo blog... Estou exatamente nessa fase de transição, depois que tive uma perda na minha família... Suas palavras vieram em boa hora... Obrigado

    ResponderExcluir
  21. Corretissimo, temos que viver a vida, e fazer o bem e pensar no bem do outro.. só isso. e nao ficar se limitando as vivencias sociais por causa da religião.

    ResponderExcluir
  22. Há há,também tive experiências como espírita,e como cristão. Observei que as diferenças em termos de religiao nao mudam nada. Apos pesquisas minhas sobre religiao,pude saber da manipulação da bíblia a partir de 320 D.C e saber das mudanças ao Bel prazer dos homens,e não ao Bel prazer do criador.bíblia brasileira com 9 a 10 por cento somente dos originais hebraicos,ou seja,como pode ser a palavra da verdade se 90 por cento é falsa? Os originais hebraicos possuem no máximo 68 por cento da verdade,também foram manipuladas. Como ter fé desse jeito?

    ResponderExcluir
  23. BOM, NÃO SEI SE O COLEGA EDUARDO JUNIOR AINDA FAZ LEITURA DESTES COMENTÁRIOS PELO TEMPO DA POSTAGEM, MAS EU FICARIA MUITO FELIZ SE CHEGASSE ATÉ ELE O QUE TENHO A EXPOR...

    COMO CHEGUEI AQUI ?

    NA DATA DE HOJE 13-09-2016, ENTREI NO GOOGLE, EM BUSCA DE ALGUMA RESPOSTA QUE ME DESSE ALGUMA SOLUÇÃO PARA OS MEUS DILEMAS E MEDOS. E FOI ONDE, SEM SABER AO CERTO O QUE PESQUISAR, SIMPLESMENTE DIGITEI, "PERDI A FÉ". E O PRIMEIRO RESULTADO NA LISTA DE BUSCA, FOI JUSTAMENTE ESSA POSTAGEM. MAS O PORQUE PESQUISAR ISSO ? ... CHEGAREI LÁ. ESTOU SENDO UM TANTO DETALHISTA, POIS QUERO QUE SE SINTA UM POUCO NA MINHA PELE, ANTES DE ME JULGAR.

    BOM, NO INÍCIO DA MINHA VIDA, FOI BEM COMPLICADO, POIS NÃO CONSEGUIA ESTUDAR DIREITO, DEVIDO AS MUDANÇAS DE CIDADES POR CAUSA DO TRABALHO DO MEU PAI, E POR ISSO TINHA QUE LARGAR A ESCOLA PARA ACOMPANHÁ-LO, E COM O PASSAR DO TEMPO CONSEGUI CONCLUIR MEU ENSINO MÉDIO ME ARRASTANDO, E QUANDO COMPLETEI 18 ANOS FUI MORAR COM UM IRMÃO EM OUTRA CIDADE, POIS EU QUERIA TRABALHAR, E POR CAUSA DISSO POSSO DIZER QUE MINHA VIDA "COMEÇOU", AOS 19 ANOS, TRABALHAVA, GANHAVA POUCO SIM, MAS ERA HONESTO E NÃO FALTAVA NO FINAL DO MÊS. TINHA UM NOIVADO QUE PARECIA SER PROMISSOR, E FAZIA PLANOS DE CASAMENTO, ETC. QUANDO COMPLETEI 21 ANOS, A VIDA FELIZ COMEÇOU IR POR ÁGUA A BAIXO, UM IRMÃO COMETEU SUICÍDIO POR CAUSA DE PROBLEMAS FINANCEIROS E TRAIÇÃO DA ESPOSA, ISSO ABALOU NOSSOS ÂNIMOS, MAS SEGUIMOS EM FRENTE, DOIS ANOS DEPOIS MEU PAI FOI DIAGNOSTICADO COM UMA DOENÇA DEGENERATIVA SEM CURA, QUE O LIMITAVA DE MOVIMENTOS, E EU POR SER O ÚNICO FILHO SOLTEIRO, TIVE QUE LARGAR EMPREGO E DEIXAR O NOIVADO PARA CUIDAR DO MEU PAI, UMA VEZ QUE MINHA MÃE ERA MUITO IDOSA PARA CUIDAR SOZINHA DELE, E ASSIM O FIZ, NÃO PENSEI DUAS VEZES. LARGUEI TUDO PARA MORAR COM ELES. E NA NOVA CIDADE EMPREGO ERA BEM DIFÍCIL, E ENQUANTO NÃO CONSEGUIA TRABALHO, NÃO DESANIMEI E PASSEI A ESTUDAR, FIZ FACULDADE, CONCURSOS, CURSOS, ETC. MAS NÃO TIVE ÊXITO NOS CONCURSOS, FICAVA NOS BENDITOS CLASSIFICÁVEIS E NUNCA ERA EFETIVADO, E EMPREGO QUE É BOM... NADA. => CONTINUA

    ResponderExcluir
  24. => CONTINUAÇÃO
    GRAÇAS A DEUS ME FORMEI, SIM, GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA, POIS NÃO TINHA MUITO DINHEIRO PARA UMA GRADUAÇÃO NORMAL, QUE POR SINAL ERA MINHA MÃE QUEM BANCAVA. MAS A ESPERANÇA AINDA PAIRAVA EM MIM, E A VIDA SEGUIU, E O QUE ERA RUIM, PODERIA FICAR PIOR, E FICOU. QUANDO ME FORMEI CONSEGUI UM ESTÁGIO QUE ALAVANCOU AS MINHAS EXPECTATIVAS, MAS QUANDO ESTAVA NOS TRILHOS NOVAMENTE, VEIO A SEGUNDA PANCADA, MINHA MÃE FALECEU, ELA QUE ERA O MEU TUDO, DOEU MUITO, ENTREI EM DEPRESSÃO, ENFIM... AÍ TIVE QUE LARGAR O MEU ESTÁGIO, POIS MEU PAI NÃO TINHA COM QUEM FICAR, E ELE COM LIMITAÇÕES, DEPENDE DE UMA PESSOA PARA TUDO, MINHA MÃE ERA A ÚNICA QUE ME AJUDAVA, E AGORA FIQUEI SOZINHO, RESUMO DA OBRA, LARGUEI O ESTÁGIO. DEVIDO A ISSO MINHA FÉ FOI INDO COMO UMA ÁGUA QUE DESCE A CACHOEIRA. NÃO CONSIGO TER ESTABILIDADE PROFISSIONAL, MINHA MÃE SOFREU MUITO NOS SEUS ÚLTIMOS MOMENTOS E EU IMPLOREI A DEUS QUE NÃO DEIXASSE ELA SOFRER, MAS ELE NÃO ME OUVIU, ELA SOFREU MUITO E MORREU. EU SEMPRE OREI PEDINDO PARA TER SUCESSO EM ENTREVISTAS, CONCURSOS, ETC. E NADA. POR CONTA DISSO, HOJE JÁ NÃO CONSIGO ORAR MAIS. ATÉ FUI NUMA IGREJA EVANGÉLICA A CONVITE DE AMIGOS, MAS AO PRESTAR ATENÇÃO NO CULTO, AS PALAVRAS DO PASTOR PARECIAM TÃO SEM SENTIDO, QUASE COMO "PAPO DE VENDEDOR", POIS ELE FALAVA PRA TER FÉ QUE DEUS TEM A PROVIDÊNCIA, QUE FAZ ISSO, QUE FAZ AQUILO. EU SEMPRE TIVE FÉ, E A PROVIDÊNCIA NÃO CHEGOU. ME MANDARAM LER A BÍBLIA A HISTÓRIA DE JÓ... JÓ PERDEU TUDO SÓ NÃO PERDEU A FÉ. LINDA A HISTÓRIA, MAS NO PAPEL, REALMENTE É LINDO, NA VIDA REAL, COM SOCIEDADE QUE NOS COBRA A TODO INSTANTE E O BENDITO DINHEIRO QUE É NECESSÁRIO PARA TUDO, POIS INFELIZMENTE SEM DINHEIRO NINGUÉM É NADA. MUITA GENTE JULGA, COMO EU MESMO OUVI NA FACULDADE UM PROFESSOR FALAR QUE NEM GATO CRIA FILHO BARBADO. MAS NINGUÉM ME AJUDA, QUANDO EU FALO NINGUÉM, É NINGUÉM MESMO. A FAMÍLIA EXISTE SOMENTE NAS LEMBRANÇAS E NAS FOTOS ANTIGAS, SE LIGO E PEÇO AJUDA, NINGUÉM NUNCA PODE, TODOS ESTÃO CHEIOS DE PROBLEMAS PARA RESOLVER, E NINGUÉM SE IMPORTA COM OS MEUS PROBLEMAS. OS AMIGOS.... AH !!! OS AMIGOS... OS MELHORES DOS MELHORES AMIGOS, MANDAM IR NA IGREJA, E ATÉ MACUMBA RSRSRS, OS OUTROS QUE NÃO SÃO TÃO AMIGOS ASSIM ... [ ] , É, A RESPOSTA ESTÁ ENTRE OS COLCHETES RSRSRS...

    ResponderExcluir
  25. => CONTINUAÇÃO 2
    AH TÁ... SIM, TIVE UMA NAMORADA NESSE MEIO PERÍODO, FAZÍAMOS PLANOS DE CASARMOS, ELA ERA UMA PESSOA MARAVILHOSA, TÃO MARAVILHOSA QUE SOMENTE PARA MIM NÃO BASTAVA SER MARAVILHOSA, ELA TAMBÉM, FOI MARAVILHOSA PARA OUTRO, E EU PERDOEI, E DEPOIS FOI MARAVILHOSA PARA O OUTRO TAMBÉM, AÍ JÁ É BULLY RSRSRS. MAS EU NÃO A CULPO, EU NÃO SOU NINGUÉM MESMO, NÃO SOU FUTURO NEM PARA MIM MESMO. PENA QUE OS POLÍTICOS GOSTAM DE LER A FORBES, O NEW YORK TIMES, NÃO GOSTAM DE LER BLOGS COMO ESSE EM QUE PESSOAS BRASILEIRAS REAIS, COM PROBLEMAS REAIS RELATAM OS SEUS PROBLEMAS, QUE POR MUITAS VEZES DEPENDEM DE AÇÕES E BOA VONTADE DELES. MAS EU TAMBÉM NÃO OS CULPO, TALVEZ A CULPA SEJA MINHA POR NÃO TER NASCIDO COM UM MEGA CHIP IMPLANTADO NO MEU CÉREBRO PARA PASSAR NAS PROVAS RIDÍCULAS DOS CONCURSOS PÚBLICOS, QUE POR SINAL, NA MINHA HUMILDE OPINIÃO, POLÍTICO DEVERIA SE SUBMETER A CONCURSO PÚBLICO REALIZADO PELO CESP PARA EXERCER CARGO ELETIVO, E A PROVINHA PARA CANDIDATO À PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA DEVERIA SER NO MESMO PADRÃO DOS CONCURSOS DA POLÍCIA FEDERAL E RECEITA FEDERAL RSRSRS. AÍ PERGUNTO, TER FÉ EM QUE, OU EM QUEM ? TUDO O QUE TENTO, PEÇO, ACREDITO, NÃO ACONTECE, E AÍ ? CONFESSO QUE JÁ ANDEI PESQUISANDO SOBRE OS MELHORES VIADUTOS PARA VIVER NO BRASIL, POIS É ONDE VEJO O MEU FUTURO... ESPERO QUE DÊEM BOAS RISADAS COM O MEU RELATO, SE EU CONSEGUIR ISSO, JÁ CONSEGUI MUITO E FICAREI FELIZ POR ISSO. OBRIGADO. WAGNER RODRIGUES.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Wagner, obrigado pela participação.

      Eu realmente sinto profundamente em ler um história assim tão triste. Não vou te confortar com falsas esperanças, mas com uma coisa que se tornou quase um mantra para mim. Devemos ser senhores de nossas vidas, ao invés de buscarmos culpar deuses ou o "azar" pelos nossos infortúnios. Não há nada que outros possam fazer por nós que não devemos fazer nós mesmos. A religião nos culpa, culpa nossa falta fé, culpa por nossos pecados, como se já não bastasse sofrer, temos também que aceitar a responsabilidade completa pelos nossos sofrimentos, mesmo quando é algo além da nossa capacidade, como uma doença, etc.

      Tenho completa convicção, e muitas histórias aqui no Brasil e no mundo comprovam isso, de que não existe vitimismo. Pessoas que catavam lixo passam em Medicina, por exemplo. Mas, muito menos de nos focarmos em problemas, precisamos conhecer a nós mesmos. Fazer uma retrospectiva na vida, ver o que precisamos melhorar para não cairmos nos mesmos erros. Conhecer a nós mesmos e agir concordemente é o primeiro passo para depois trassarmos um plano.

      Veja, eu amo música, e quando era criança sempre pensei em ter uma banda, mas se eu tivesse buscado isso teria passado fome, porque não tenho talento algum para isso. Dai que você vê inúmeras pessoas passando décadas corrento atrás desse "sonho" e só se dão mal. Ser bem-sucedido na vida é um conjunto enorme de fatores, não dá para resumir a uma coisa e outra.

      Muitas pessoas se deram muito mal aqui no país e foram embora viver ilegalmente em outro e conseguiram ser felizes lá. Bom, muito na vida está fora do nosso alcance, como doença, desemprego, decepções, mas, como isso vai nos afetar está completamente dentro do nosso alcance mudar. Nossa mentalidade para com as coisas que nos ocorrem é o fator determinante para nossa felicidade.

      Só acho bom que as pessoas tentem aquilo que faz sentido. Ás vezes, a pessoa mete na cabeça que vai ser o novo Gil Gates, sem ter talento algum pra informática. Deseja casar a todo custo, achando que casamento traz felicidade, mas sem saber escolher o caráter de um bom cônjuge. Quer ser cantor famoso sem saber dá um "dó" e um "sol" no violão.

      Eu, por exemplo, não tenho a menor paciência para estudar para concursos, nuca tive. Foi me conhecendo que decidi gastar meu tempo e minhas energias com algo que via que tinha jeito e que as pessoas igualmente diziam que eu tinha jeito.

      Sabe aquele Whindersson Nunes, youtuber comediante? Veja a história dele. Ele sofreu tudo que você puder imaginar na vida, até que um dia ele percebeu que tinha talento pra fazer as pessoas rirem. Depois que ele se conheceu, fez um vídeo fazendo "graça" e hoje tem mais de 10 milhões de seguires. Se ele tivesse ido para outros lados, talvez estivesse morrendo, estudando pra concursos, ou trabalhando em qualquer lugar ganhando um salário mínimo, trabalhando 8 horas e indo para faculdade à noite para "ser alguém".

      Tenho plena certeza que existe alguma coisa na vida com o que você tem jeito, tem alguma espécie de "talento", mas isso só você pode saber. Faça uma retrospectiva na vida e lembre-se de não deixar nas mãos de "deuses" aquilo que você mesmo pode e deve fazer.

      Não sou ateu, acho que tive tudo para ser, porque também já sofri muito, mas não vejo o porquê divindade alguma deveria "mexer os pauzinhos" para as coisas darem tudo certo para nós, quando, se formos honestos, veremos que muito do que passamos na vida está relacionado com decisões erradas que nós mesmos tomamos. A gente passa a vida culpando papagaio, periquito, cachorro, tio, avó, primo, amigo por nossos infortúnios, mas se formos um pouco honestos, muita coisa foi devido a nossa ignorância, impaciência, falta de inteligência e sagacidade que nos fez nos meter em situações estressantes.

      De qualquer forma, torço de coração que você se conheça, tome controle da sua vida, e se torne senhor da sua história. Um abraço!

      Excluir
  26. OLÁ, EU PERDI A FÉ. NA VERDADE NUNCA ACREDITEI MUITO NA BIBLIA, MAS SEMPRE ACREDITEI NUMA FORÇA MAIOR, QUE ERA DEUS, SEMPRE ME APEGUEI NOS MOMENTOS DIFICEIS, NOS MOMENTOS DE ALEGRIA AGRADECI.
    NÃO SEI EXATAMENTE QUANDO MINHA RELAÇÃO COM DEUS FICOU ESTREMECIDA, ME NEGO A ACREDITAR QUE ELE NÃO EXISTA, TALVEZ PQ A GENTE JÁ NASCE APRENDENDO QUE ELE EXISTE, NGM NOS DÁ OUTRA OPÇÃO. EU ATUALMENTE TENHO TRANSTORNO DE ANSIEDADE GENERALISADA E DEPRESSÃO, AS PESSSOAS VIVEM ME DIZENDO QUE ISSO É FALTA DE DEUS. FICO MUITO CHATEADA, PQ AGORA RECENTEMENTE QUE PAREI DE ACREDITAR, E QUANTO MAIS AS PESSOAS FALAM DE DEUS, MAIS EU ME AFASTO DA IDEIA DE ACREDITAR. ESTOU MUITO PERDIDA, JÁ NÃO TENHO RELIGIÃO FAZ TEMPO E VIVIA BEM DESSA FORMA. SINTO QUE PRECISO ALIMENTAR ALGUM TIPO DE ESPIRITUALIDADE, MAS NÃO CONSIGO ENCHERGAR OU VER PRAZER NUMA RELIGIÃO, NA BIBLIA... SEI LÁ.

    ResponderExcluir

Antes de comentar, queira ler os artigos Critérios para se Aprovar Comentários e Respostas à Alguns Comentários. Obrigado pela visita e pela participação!

Comentarios Recentes

Compartilhe este Artigo

Delicious Digg Facebook Favorites More Stumbleupon Twitter

Search Our Site