quinta-feira, 24 de maio de 2012

SIMILARIDADES, KRISHNA, JESUS, SEMELHANÇA

Quem se interessa pelo assunto “Religião” já ouviu falar, mesmo que por alto, de Krishna. Me lembro que, quando muito jovem, via no centro da cidade um grupo do Movimento Hare Krishna, todos com aquelas túnicas e cabeças raspadas, salve alguns poucos cabelos na parte de trás da cabeça.

Krishna é a figura central do Hinduísmo. Ele se manifesta em uma variedade de formas conforme a tradição filosófica e teológica hindus, sendo, às vezes, retratado como uma deidade do panteão hindu, como uma encarnação de Vishnu ou ainda como a forma original e suprema de Deus.

A primeira vez que li sobre o nascimento de Krishna fiquei surpreso com as semelhanças com o nascimento do Jesus Cristo nos Evangelhos. Embora existam algumas variantes, o que é baste comum nos mitos, os conceitos permanecem os mesmos. A Wikipédia (em inglês) comenta o seguinte sobre o nascimento de Krishna:
De acordo com Bhagavata Purana, Krishna nasceu sem uma união sexual, mas pela “transmissão mental” divina da mente de Vasudeva no ventre de Devaki. Baseado em dados das escrituras e cálculos astrológicos a data de nascimento de Krishna, conhecido como Janmashtami, [Knott 2000, p. 61] é 18 de julho 3228 a.C e 3102 a.C. Krishna pertencia ao clã Vrishni de Yadavas de Mathura, [Pargiter, F.E. (1972) [1922]. Ancient Indian Historical Tradition, Delhi: Motilal Banarsidass, pp.105-107] e foi o oitavo filho nascido à princesa Devaki e seu marido Vasudeva. Mathura foi a capital dos Yadavas, na qual os pais de Krishna, Vasudeva e Devaki, pertenciam. O rei Kansa, irmão de Devaki, tinha subido ao trono, aprisionando seu pai, o Rei Ugrasena. Com medo de uma profecia que previu a sua morte nas mãos do oitavo filho de Devaki, Kamsa colocou o casal trancado em uma cela na prisão. Depois, Kansa matou os seis primeiros filhos, e o aparente aborto de Devaki do sétimo (que era na verdade uma transferência secreta da criança ao Rohini como Balarama), Krishna nasceu.
O livro Hindu Mythology, Vedic and Puranic, de W.J. Wilkins relata a encarnação de Vishnu:
Eu mesmo vou me encarnar na sua oitava concepção, e você deverá tomar um caráter semelhante ao embrião da prole de Yasoda, a esposa de um pastor chamado Nanda.
Esses relatos têm grandes paralelos com o Jesus dos Evangelhos. Jesus, assim como Krishna, teve uma existência pré-humana (João 8:58). Assim como Krishna foi uma “transmissão mental” divina da mente de Vasudeva para o ventre de Devaki, Jesus foi transferido dos Céus como o Logos, Pensamento Divino, para o útero de Maria. Jesus, antes de vir à Terra, estava “junto” de Deus e (João 17:5) foi enviado para dentro do ventre de Maria (Lucas 1:31), onde nasceu como a Encarnação Divina, tanto quanto Krishna era a Encarnação de Vishnu na Terra. – João 1:18.

Jesus, assim como Krishna, escapou da morte nas mãos de um rei iníquo. Herodes ficou com medo quando soube que um rei havia nascido em Israel, temendo perder seu trono, tanto quando Kansa temia perder seu. (Mateus 2:1-15) O nascimento, tanto de Jesus como de Krishna, foi profetizado (Mt. 1:23) e com o objetivo de eliminar o mal da Terra. – Cf. 1 João 3:8.

Os criadores do mito cristão conseguiram, de uma forma magistral, agregar descrições e eventos de praticamente todas as religiões da antiguidade, racionalizando-as pelos Pais Apostólicos e a filosofia helenística.

Veja também as similaridades com Buda:

Cf. Jesus e Buda - Similaridades no Nascimento
Cf. Descrições de Buda e Jesus Cristo

11 comentários:

  1. Saudações. Sou Cristão e amo estudar sobre religião e aprender sobre diversas culturas e não me sinto ofendido pelas comparações pelo contrário o modo como colocas as palavras é em um todo coerente e gostaria de salientar um texto de Ellen G. White. Há em todas as religiões um pouco de verdade. Sempre quando tiver algum material novo e quiser compartilhar me envie eduardoremanescenteiarl@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok Eduardo, obg pela participação... seja sempre muito bem-vindo.

      Excluir
  2. Leia sobre alguem bem antes e com estoria semelhantes , Nimrode rei da babilonia casou com a propria mae e esta a gerou pensando estar gravida do nada, pois ele havia morrido a pouco tempo...Nimrode e Sudaramis, eh praticamente apos Noe desembarcar apos o diluvio.

    ResponderExcluir
  3. Desculpe, mas suas considerações são forçadas e desconexas, além ilógicas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok. Fazer afirmações é diferente de provar... infelizmente sua opinião aqui e nada é a mesma coisa.

      Excluir
  4. https://www.facebook.com/groups/865587010138987/?fref=nf
    https://www.facebook.com/hashtag/yahshuahandkrishna?source=feed_text

    ResponderExcluir
  5. Okay,eis que estava minha pessoa a pesquisar recentes postagens cristãs e avistei este site e o senhor me disse, perder-lhe-a o teu precioso tempo. Mas eu venho a te perguntar,(mesmo com grande chances de me criticar e de mesmo não responder). Porventura, quais são as razões de sua incredulidade? Desde já grata, considero seu esforço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mario Verde, é um prazer tê-la no blog e fico desde já grato pela sua participação!

      Olha, creio que se eu fizer a mesma pergunta para ti do porquê você crê, penso que não será simples sua explicação, pois tanto as crenças como as descrenças possuem raízes profundas.

      O Cristianismo possui alegações e durante minhas pesquisas, fui vendo que tais alegações não eram substanciais, verídicas e racionais. Mas a melhor maneira de você saber mais sobre isso é lendo os mais de 200 artigos que publiquei aqui, em um blog justamente com este nome Por Que [EU] Não Creio, meu site http://www.eduardogalvao.com.br e meu livro O Nascimento Virginal.

      Espero que leia apenas por ler, apenas para ver um outro lado que talvez ainda não tenha visto... não quero demolir a fé das pessoas, mas apenas mostrar os motivos pelos quais eu, Eduardo Galvão, abandonei a crença no Cristianismo.

      Obrigado mais uma vez pela visita e estou à sua disposição para mais esclarecimentos. Seja feliz!

      OBS: Não sou ateu.

      Excluir
  6. Krishna(Hinduismo), Jave(Judeus), Jesus(Cristianismo) e Allah(Islamismo) entre outros são manifestações do mesmo Deus. Se o Deus é o mesmo então o nascimento Dele nesse mundo provavelmente será parecido independente da religião.

    O motivo pelo qual Deus criou varias religiões é que as pessoas são diferentes e por isso necessitam de formas diferentes de relacionamento. Outro motivo seria que as pessoas estão em graus diferentes de consciência e por isso as formas diferentes de ensinar porém os ensinamentos são basicamente os mesmos.


    ResponderExcluir
  7. Assunto interessante, porém me foge aos estudos. Prefiro mais a história do que a teologia, pois a religião é parte da história e a recíproca não é verdadeira. Deixo aqui um link a respeito muitíssimo interessante que corrobora com a opinião aqui expressa. https://www.youtube.com/watch?v=hmWPRhcfQSs

    ResponderExcluir
  8. são identicos,mas isso não prova a inexistencia de Deus,pois co certeza um deles é verdadeiro e os outras são copias,então a crença verdadeira é aquele que existio primeiro,não sei direito qual é,mas sei que é uma dessas crenças;hinduismo,judaismo,egipcia,e mais, ou seja o Deus verdadeiro só poderia ser um desses;yhwh,vishnu,Tepeu, ou osiris,se não é só um,então todos esses o mesmo e o resto é tudo copia(fraude)

    ResponderExcluir

Antes de comentar, queira ler os artigos Critérios para se Aprovar Comentários e Respostas à Alguns Comentários. Obrigado pela visita e pela participação!

Comentarios Recentes

Compartilhe este Artigo

Delicious Digg Facebook Favorites More Stumbleupon Twitter

Search Our Site