quarta-feira, 9 de novembro de 2011

BATISMO, JESUS, CRISTO, DEPOIS, CONTRADIÇÃODepois que Jesus foi batizado, se tornando assim o Messias, ou Cristo, ele precisava passar por uma prova de fogo, onde mostraria ser realmente leal à Deus. Em Mt.4:1,2; Mc.1:12,13 nos é dito que “imediatamente” depois do batismo, Jesus foi levado pelo Espírito de Deus para ser tentado, passando 40 dias no deserto (Cf. Duração das Tentações de Jesus). Conforme podemos analisar abaixo:
Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo. E, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome; (Mateus 4:1, 2 ACF)
No caso de Mateus 4:1-2 observamos o uso τότε (Gr.: tote) um advérbio temporal que conecta o texto ao último versículo do capítulo 3 de Mateus, ou seja, ao batismo de Jesus; tanto que o advérbio pode ser traduzido como “naquele tempo” (GINGRICH e STRONG). O que Mateus está relatando é que “logo após” o batismo de Jesus, ele foi conduzido para o deserto, ficando lá 40 dias e 40 noites. Da mesma forma diz Marcos:
E imediatamente o Espírito o impeliu para o deserto. E ele estava lá no deserto quarenta dias, tentado por Satanás, e estava com as feras, e os anjos o ministravam. (Marcos 1:11-12 King James Version)
O relato de Marcos é ainda mais claro ao usar a palavra “imediatamente”, do grego ευθυς (euthus). Assim como no caso de Mateus, o evangelista Marcos comenta que imediatamente após o batismo, Jesus foi ao deserto passar 40 dias.

O problema desse relato está no Evangelho de João. Segundo o relato joanino (Cf. Escritor do Quarto Evangelho), assim se dá o batismo de Jesus:
No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo. Este é aquele do qual eu disse: Após mim vem um homem que é antes de mim, porque foi primeiro do que eu. E eu não o conhecia; mas, para que ele fosse manifestado a Israel, vim eu, por isso, batizando com água. E João testificou, dizendo: Eu vi o Espírito descer do céu como pomba, e repousar sobre ele. E eu não o conhecia, mas o que me mandou a batizar com água, esse me disse: Sobre aquele que vires descer o Espírito, e sobre ele repousar, esse é o que batiza com o Espírito Santo. E eu vi, e tenho testificado que este é o Filho de Deus. (João 1:29-34 ACF)
Acontece que, diferente de Mateus e Marcos, no Evangelho de João, Jesus não vai “imediatamente” para o deserto passar 40 dias. João diz que “no dia seguinte (i.e do batismo) João estava outra vez ali, e dois dos seus discípulos; E, vendo passar a Jesus, disse: Eis aqui o Cordeiro de Deus.” (Jo. 1:35-36) Depois ainda se diz que “no dia seguinte (i.e ao dia relatado nos vv. 35-36) quis Jesus ir à Galiléia, e achou a Filipe, e disse-lhe: Segue-me.” (v. 43) e depois desses dois dias, ou seja, “ao terceiro dia (i.e contando do batismo de Jesus), fizeram-se umas bodas em Caná da Galiléia; e estava ali a mãe de Jesus.” (2:1)

Em outras palavras, o Evangelho de João ensina que depois do batismo, Jesus continuou seu ministério normalmente. O texto relata pelo menos 3 dias consecutivos após o batismo, onde ele esteve ajuntando discípulos e depois, no terceiro dia, foi à festa de casamento, diferindo substancialmente do que nos relata Mateus e Marcos, onde Cristo, depois do batismo, vai IMEDIATAMENTE para o deserto passar 40 dias.

Dessa forma, o que realmente aconteceu? Foi Jesus imediatamente para o deserto depois do batismo, ou deu início normalmente ao seu ministério?



6 comentários:

  1. Gostei muito ajudou-me muito para a catequese, obrigado!

    ResponderExcluir
  2. Isso é simples de se resolver. O que acontece é que no relato de joão Jesus não está indo pela primeira vez ao encontro de João batista. Jesus havia passado os 40 dias no deserto sendo tentado. E após os 40 dias Jesus REENCONTRA com João Batista, o qual continuara a batizar, mesmo após ter batizado Jesus. E João Batista aproveita a ocasião e apresenta a Jesus para aqueles que estavam no momento. Tanto é que os verbos que joão batista usa estão no passado. Espero ter ajudado. Quaando eu estava lendo os quatros relatos sobre o evangelho eu tbm me deparei com esta dúvida e orando e estudado consegui compreender isso que acabo de falar. Tbm achei na internet a mesma conclusão. Segue este link o qual fala a mesma conclusão:http://www.jesussite.com.br/artigos/contradicoes_txt.asp?Cod=52 Fiquem na Paz de Jesus Cristo!

    ResponderExcluir
  3. É exatamente o que o amigo falou acima.
    O relato de João segue para complementar e dar sentido toda a história da segubda vez que João e Jesus se reencontraram.

    Passa-se depois dos 40 dias e noites ni deserto, mais 2 dias e o 3 dia é Jesus indo a Caná da Galileia. (Cf. João 1.29;1.35;4.43;2.1)

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Realmente o evangelho de João não menciona o batismo de Cristo! Não menciona João Batista batizando a Cristo.
    O evangelho de João escreve por outro ângulo, e inicia falando do Verbo que se fez carne, e prossegue com o testemunho de João Batista sobre o próprio Jesus.
    Diz que antes (um dia antes) de Jesus se dirigir a João Batista, no outro lado do Jordão (onde João estava batizando), os judeus enviaram de Jerusalém sacerdotes e levitas para lhe perguntarem quem ele era: se o Messias, se Elias, se o profeta, e João lhes responde: "eu sou a voz do que clama do deserto, como disse o profeta Isaías".
    Então, após tal comitiva judaica enviada pela cúpula de Jerusalém ir perguntar a João o porquê dele estar batizando, e quem ele era, e de João testificar que entre eles estavam um a quem eles não conheciam, do qual João não era digno de desatar-lhe as correias da alparca; no dia seguinte a esta episódio, João que estava a batizar na outra banda do Jordão, vê que Cristo vinha em sua direção, e então exclama testificando a Israel:
    "29 No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.
    30 Este é aquele do qual eu disse: Após mim vem um homem que é antes de mim, porque foi primeiro do que eu.
    31 E eu não o conhecia; mas, para que ele fosse manifestado a Israel, vim eu, por isso, batizando com água.
    32 E João testificou, dizendo: Eu vi o Espírito descer do céu como pomba, e repousar sobre ele.
    33 E eu não o conhecia, mas o que me mandou a batizar com água, esse me disse: Sobre aquele que vires descer o Espírito, e sobre ele repousar, esse é o que batiza com o Espírito Santo.
    34 E eu vi, e tenho testificado que este é o Filho de Deus." (Jo. 1:29-34)
    Em suma: a passagem está se referindo realmente ao retorno de Cristo após seu batismo e após seu jejum de 40 dias no deserto.
    O evangelho segue outra sequencia, e sequer menciona que Cristo foi batizado e que jejuou.
    Resta a nós procurar entender e cruzarmos as informações.
    Jesus, após ir até João Batista, passou direto por ele, e só no dia seguinte, é que João o vê novamente; ou seja, Jesus foi na direção de João e não trocou palavra alguma c/ ele, e João aproveitou que Jesus diante dele e por ele PASSAVA, para anunciar a Israel, que Aquele era quem ele estava a anunciar, o Messias de Israel.
    E depois deste fato, ou seja, desse reencontro entre Jesus e João, quando Cristo passara direto indo-se; no dia seguinte João (que estava no mesmo lugar) novamente vê Jesus passando, e diz: "Eis aqui o Cordeiro de Deus", e dois de seus discípulos ouviram isso, e passaram a seguir a Jesus.
    Assim, Jesus iniciou o chamado a seus discípulos, sendo o primeiro deles, um próprio discípulo de João, André, irmão de Simão Pedro.
    E Jesus segue chamando seus primeiros discípulos (ou apóstolos) e se dirige para a Galileia, pois estava na Judeia, onde foi batizado, e onde jejuou no deserto.

    ResponderExcluir
  5. Muito bm Unknown...na verdade sua resposta foi bm objetiva e clara...qd na verdade vc disse q qd encontrou duvida neste relato q vc estava( estudando) VC OROU ...eo espirito santo te deu uma revelaçao muito clara da palavra que tirou mt bm as minhas duvudas tbm...parabens Deus te abençoe assim....qd encotrarmos dùvudas...se orar-mos a Deus primeiro e buscarmos esclrarecimento...por serto ele nos darà.

    ResponderExcluir
  6. Nossa perfeito, estava tentando entender essa passagem.... Cara vc é um abençoado Sjefté!! É claro que a Bíblia tem suas história que nos deixa em duvida, e gostei muito que essa página simplesmente questionou, até pq, se questionar faz parte do evangelho pq é sinal de que quer aprender mais

    ResponderExcluir

Antes de comentar, queira ler os artigos Critérios para se Aprovar Comentários e Respostas à Alguns Comentários. Obrigado pela visita e pela participação!

Comentarios Recentes

Compartilhe este Artigo

Delicious Digg Facebook Favorites More Stumbleupon Twitter

Search Our Site