terça-feira, 8 de novembro de 2011

DURAÇÃO, TENTAÇÕES, JESUS, QUARENTA DIAS

Segundo a teologia cristã, depois do batismo, Jesus foi tentado pelo diabo no deserto. Os Evangelhos Sinóticos mencionam que houve um período de 40 dias em que Jesus permaneceu no deserto, conforme pode ser analisado logo abaixo:
(Mateus 4:1-2) “...Jesus foi então conduzido pelo espírito ao ermo, para ser tentado pelo Diabo. Depois de ter jejuado por quarenta dias e quarenta noites, ele teve fome...”  
(Marcos 1:12-13) “...E o espírito impeliu-o imediatamente a ir para o ermo. Ele continuou assim no ermo por quarenta dias, sendo tentado por Satanás, e estava com os animais selváticos, mas os anjos lhe ministravam.”  
(Lucas 4:1-2) “...Ora, Jesus, cheio de espírito santo, afastou-se do Jordão e foi conduzido pelo espírito, lá no ermo, por quarenta dias, sendo tentado pelo Diabo. Outrossim, ele não comeu nada naqueles dias, e por isso, ao terminarem, sentiu fome...”
No entanto, há um pequeno problema desses três relatos. Jesus foi tentado DURANTE 40 dias ou DEPOIS de 40 dias? Observe o que o Evangelho de Mateus diz:
(Mateus 4:1-2) “...Jesus foi então conduzido pelo espírito ao ermo, para ser tentado pelo Diabo. DEPOIS de ter jejuado por quarenta dias e quarenta noites, ele teve fome...”
Em Mateus temos a frase νηστευσας ημερας τεσσαρακοντα και νυκτας τεσσαρακοντα [tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites] o que indica que os 40 dias forma apenas jejuando e DEPOIS houve a tentação. Isso fica ainda mais claro com o uso da palavra υστερον [“depois disso”] seguido de επεινασεν [“ele teve forme”] e no próximo versículo Jesus sendo tentado.

Em Mateus, Jesus fica sem comer durante 40 dias e só DEPOIS, quando sente fome, ele é submetido à tentação. Isso difere consideravelmente do que nos relata Marcos e Lucas. Os respectivos relatos dizem:
(Marcos 1:12-13) “...E o espírito impeliu-o imediatamente a ir para o ermo. Ele continuou assim no ermo por quarenta dias, sendo tentado por Satanás, e estava com os animais selváticos, mas os anjos lhe ministravam.”  
(Lucas 4:1-2) “...Ora, Jesus, cheio de espírito santo, afastou-se do Jordão e foi conduzido pelo espírito, lá no ermo, por quarenta dias, sendo tentado pelo Diabo. Outrossim, ele não comeu nada naqueles dias, e por isso, ao terminarem, sentiu fome...”
O relato de Marcos e Lucas, diferente de Mateus, diz que Jesus “continuou assim... por quarenta dias, sendo tentado por satanás.” O verbo grego πειράζω (Gr.: peirazo) ocorre 35 vezes no Novo Testamento (Mat. 4:1,3; 16:1; 19:3; 22:18,35; Mc 1:13; 8:11; 10:2; 12:15; Lc 4:2; 11:16; Jo 6:6; 8:6; At 5:9; 9:26; 15:10; 16:7; 24:6; 1Co. 7:5; 10:9,13; 2Co. 13:5; Gal. 6:1; 1Tes. 3:5; Heb. 2:18; 3:9; 4:15; 11:17,37; Tg. 1:13,14; Ap. 2:2,10; 3:10;) No entanto, a exata forma gramatical que temos em Marcos 1:13 “sendo tentado” pode ser encontrada em 4 passagens do Novo Testamento. Isso mostra que o sentido original de Marcos é que Jesus tinha “sido tentado” por 40 dias, que DURANTE 40 dias ele foi tentado.

πειραζόμενος (peirazomenos) — 4 Ocorrências Presente Particípio Médio ou Passivo, Singular Masculino Nominativo.

Marcos 1:13 V-PPM/P-NMS
BIB: τεσσεράκοντα ἡμέρας πειραζόμενος ὑπὸ τοῦ
NAS: dias sendo tentado por Satanás;
KJV: quarenta dias, tentado por Satanás;
INT: quarenta dias tentado por

Lucas 4:2 V-PPM/P-NMS
BIB: ἡμέρας τεσσεράκοντα πειραζόμενος ὑπὸ τοῦ
NAS: dias, sendo tentado pelo diabo.
KJV: quarenta dias, tentado pelo diabo.
INT: quarenta dias sendo tentado pelo

Hebreus 11:17 V-PPM/P-NMS
BIB: τὸν Ἰσαὰκ πειραζόμενος καὶ τὸν
NAS: Abraham, quando ele foi tentado, ofereceu
KJV: Abraham, quando ele foi tentado, ofereceu
INT: Isaac sendo testado e [seu]

Tiago 1:13 V-PPM/P-NMS
BIB: μηδεὶς πειραζόμενος λεγέτω ὅτι
NAS: diga quando é tentado, Eu estou sendo tentado
KJV: diga, quando ele é tentado,
INT: ninguém sendo tentado diz

O problema textual que temos é que em Mateus, Jesus só é tentado DEPOIS dos 40 dias de jejum, ele passa 40 dias sem comer e só depois é que o diabo usa a fome para tentá-lo. Já o registro de Marcos e Lucas, Jesus fica 40 dias sendo tentado pelo diabo. Assim, fica a pergunta: Jesus foi tentado DURANTE quarenta dias ou DEPOIS de quarenta dias?

Se essa inconsistência já não fosse o suficiente, devemos lembrar que o número 40 é místico. O período de 40 dias e 40 noite é o mesmo do Dilúvio (Gênesis 7:12), 40 anos os israelitas passaram no deserto (Deuteronômio 2:7), Moisés ficou 40 dias em jejum (Êxodo 34:28), Elias também é mencionado em relação a 40 dias e noites (1 Reis 19:8). Enfim, nem de longe esses 40 dias de jejum que Cristo passou pode ser aceito como histórico, ainda por cima tendo em vista essa contradição textual.



0 comentários:

Postar um comentário

Antes de comentar, queira ler os artigos Critérios para se Aprovar Comentários e Respostas à Alguns Comentários. Obrigado pela visita e pela participação!

Comentarios Recentes

Compartilhe este Artigo

Delicious Digg Facebook Favorites More Stumbleupon Twitter

Search Our Site