quarta-feira, 12 de outubro de 2011

VIRGEM, JOVEM, ISAÍAS, ESTUDO, 7:14, TRADUÇÃO
Imagine-se na seguinte situação: Você está noivo. A mulher que você está comprometido é virgem. De repente, ela lhe informa que está grávida. Você furiosamente pergunta como isso aconteceu e ela se defende dizendo que não o traiu, que foi o espírito santo que a engravidou. Você acreditaria nessa história?

Uma história dessa não apenas parece mera ilusão, mero delírio, mas ela é acreditada por milhares de pessoas ao redor do mundo. Por muito tempo pensei que os judeus não aceitavam o cristianismo por serem pessoas de coração duro, verdadeiros iníquos. Mas, a verdade é que existem motivos bem fundados para eles não abraçarem o Evangelho. Entre estes motivos está o nascimento virginal e mais adiante entenderemos o porquê.

A maioria das pessoas já ouviu sobre a história do nascimento virginal do menino Jesus. Tudo começou quando Maria estava prometida a José. Ela era virgem. Deus a escolheu como um vaso para levar em seu ventre o seu filho que viria a ser Jesus. No entanto, o fato de Maria ser virgem não era coincidência. De acordo com o Evangelho de Mateus, nós lemos as seguintes palavras:


1:22 Tudo isto aconteceu para que se cumprisse o que foi dito da parte do Senhor, pelo profeta, que diz; 1:23 Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, E chama-lo-ão pelo nome de EMANUEL, Que traduzido é: Deus conosco.

Como mencionei anteriormente, a virgindade de Maria não era pura coincidência, o apóstolo Mateus disse que o nascimento virginal “aconteceu para que se cumprisse o que foi dito... pelo profeta [Isaías]”. Em que parte do livro de Isaías é predito o nascimento do Messias por meio de uma virgem? Segundo os cristãos, a resposta está em Isaías 7:14, onde nós lemos: “Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: Eis que a virgem [hebr.: ‘almah] conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o seu nome Emanuel.” (ACF). Sobre o versículo em questão, pode-se dizer que “dificilmente há outro versículo na Bíblia que tenha sido mais debatido e discutido do que Isaías 7:14”. (PAYNE, 2009) Por que se diz isso?

Bem, Mateus cita essa passagem de Isaías dizendo que ela se cumpriu quando a virgem Maria deu à luz Jesus, o Cristo. Mostraremos em nosso estudo que Isaías 7:14 não é uma profecia sobre uma virgem que dá a luz ao Messias, sendo esse exatamente um dos motivos dos judeus não aceitarem o Cristianismo.

Continuação do estudo: “Almah” e “bethulah” — Qual o Significado nos Originais em Hebraico?


0 comentários:

Postar um comentário

Antes de comentar, queira ler os artigos Critérios para se Aprovar Comentários e Respostas à Alguns Comentários. Obrigado pela visita e pela participação!

Comentarios Recentes

Compartilhe este Artigo

Delicious Digg Facebook Favorites More Stumbleupon Twitter

Search Our Site